A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Dezembro de 2018

20/02/2014 12:32

Deputados cogitam uma disputa entre André e Azambuja ao Senado

Leonardo Rocha
Paulo Corrêa ressalta que os dois são os melhores colocados na pesquisa ao Senado (Foto: Divulgação)Paulo Corrêa ressalta que os dois são os melhores colocados na pesquisa ao Senado (Foto: Divulgação)
Cabo Almi acredita que André e Azambuja é o confronto mais provável ao Senado (Foto: Divulgação)Cabo Almi acredita que André e Azambuja é o confronto mais provável ao Senado (Foto: Divulgação)

Os deputados estaduais afirmaram que existem reais possibilidades de uma disputa ao Senado entre o governador André Puccinelli (PMDB) e o deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB), na eleição deste ano.

De acordo com eles, caso o governador “volte atrás” da decisão de terminar o mandato e se aposentar, o líder tucano deve ser seu principal adversário a uma vaga em Brasília.

Lideranças do PMDB e PSDB já afirmaram que este “quadro político” ainda não foi definido, no entanto não descartam esta possibilidade.

O deputado Cabo Almi (PT) acredita que se o governador decidir participar da eleição, além de mudar o cenário eleitoral, o seu desafiante deve ser Azambuja (PSDB). “Me parece que é um confronto provável para esta eleição”, apontou.

O deputado Paulo Corrêa (PR) também sugeriu esta disputa, já que segundo ele, nas pesquisas internas dos partidos os dois nomes são os mais citados. “Nas pesquisas que tive acesso, o governador estava em 1° lugar e Reinaldo (Azambuja) em segundo para o Senado, isto aponta para esta direção”.

Já Osvane Ramos (PROS) também destaca que este confronto pode ser definido pela formação das coligações em que o PMDB e PSDB devem estar em grupos opostos. “Não vejo uma aliança entre eles, e acredito que Azambuja esteja mais inclinado ao Senado”.

O presidente estadual do PMDB, o deputado Junior Mochi, voltou a dizer que Puccinelli é a 1° opção do partido para vaga (Senado) e que sua participação seria importante para legenda.

Já o deputado Márcio Monteiro (PSDB) afirmou que independente da “escolha” do governador, o PSDB deve lançar Azambuja para o Senado ou governo, e não descarta a disputa entre eles.

Alianças – Os deputados têm opiniões diferentes sobre a “aceitação” de possíveis parcerias em Mato Grosso do Sul. Paulo Corrêa acredita que uma aliança entre PT e PSDB seria “inviável”, já que os dois partidos possuem candidatos a presidência e estão em lados opostos em Brasília.

Já os deputados Osvane Ramos (PROS) e Amarildo Cruz (PT) observam uma parceria do PT com o PMDB como “difícil”, já que os partidos sempre foram adversários aqui no Estado e poderia gerar uma “rejeição” perante a população.



Vai ser Azambuja, nosso Senador mudança renovação,é disso que precisamos.
 
maria claudia em 20/02/2014 20:20:25
Se Azambuja sair candidato ao Senado, André não vai concorrer com ele, pode escrever. Vai preferir botar a Simone para tomar essa "piaba".
 
Guaraci Mendes em 20/02/2014 15:34:51
Desperdício.
 
Mônica Corrêa em 20/02/2014 14:49:19
Vamos lá Azambuja vc é o nosso Senador.
 
jucelmo souto em 20/02/2014 13:38:05
Não será uma disputa, será um massacre ainda mais com a lembrança pela população de CG de que ele é um dos responsáveis pela eleição do atual (des)prefeito.
 
Antonio Mazeica em 20/02/2014 13:12:01
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions