A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

29/03/2012 12:20

Deputados de MS se dividem sobre venda de bebidas nos estádios

Fabiano Arruda
Luiz Henrique Mandetta foi um dos quatro deputados que votaram contra o comércio de bebidas alcoolicas dentro dos estádios. (Foto: João Garrigó)Luiz Henrique Mandetta foi um dos quatro deputados que votaram contra o comércio de bebidas alcoolicas dentro dos estádios. (Foto: João Garrigó)

Os oito deputados federais de Mato Grosso do Sul se dividiram durante votação da emenda número 1 da Lei Geral da Copa, aprovada ontem na Câmara Federal.

No texto, que proíbe a “comercialização, o consumo e o porte de bebidas alcoólicas no interior dos estádios", quatro votaram contra e quatro a favor.

Segundo relatório de votação publicado no site da Câmara dos Deputados, Antônio Carlos Biffi (PT), Edson Giroto (PMDB), Marçal Filho (PMDB) e Vander Loubet (PT) votaram pela liberação da venda dos produtos.

Já Fábio Trad (PMDB), Geraldo Resende (PMDB), Luiz Henrique Mandetta (DEM) e Reinaldo Azambuja (PSDB) votaram contra a comercialização de bebidas alcoólicas nos estádios.

“Sou totalmente contra. Imagine um jogo de semifinal entre Argentina e Inglaterra ou Brasil e Paraguai com o estádio cheio e os torcedores ingerindo bebidas alcoólicas. O potencial explosivo disto é enorme”, comentou Mandetta ao Campo Grande News.

A comercialização das bebidas foi o ponto mais polêmico nas discussões da aprovação da Lei Geral da Copa, que disciplina os direitos comerciais da Fifa (Federação Internacional de Futebol) durante o evento no Brasil em 2014.

Segundo informações da Casa de Leis, o texto aprovado é o parecer do deputado Vicente Candido (PT-SP), elaborado com base na proposta encaminhada pelo Poder Executivo. A liberação da venda de bebidas alcoólicas nos estádios durante as partidas terá de ser negociada pela Fifa com cada estado.

Segundo informações da Casa de Leis, as regras do projeto valem também para a Copa das Confederações, que o Brasil sediará em 2013.

O texto agora segue para análise no Senado.



Parabéns aos Deputados Fábio Trad (PMDB), Geraldo Resende (PMDB), Luiz Henrique Mandetta (DEM) e Reinaldo Azambuja (PSDB). Não deve ser liberado.
Aos outros que votaram a favor penso que eles não fizeram nenhuma avaliação do que pode acontecer. Fico triste porque já presenciei cenas tristes e lamentáveis qdo as pessoas se aglomeram. Vamos esperar...
 
SOCORRO BERTI em 29/03/2012 11:56:45
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions