A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

30/11/2014 13:39

Deputados discutem dois projetos na próxima sessão na Assembleia

Leonardo Rocha
Deputados irão discutir dois projetos, sobre isenção de taxas para autarquias e regras para suspensão de energia elétrica e água pelas empresas (Foto: Giuliano Lopes/ALMS)Deputados irão discutir dois projetos, sobre isenção de taxas para autarquias e regras para suspensão de energia elétrica e água pelas empresas (Foto: Giuliano Lopes/ALMS)

Os deputados discutem dois projetos na próxima sessão, terça-feira (02), na Assembleia Legislativa. Estão na pauta a proposta que proíbe a suspensão de energia elétrica ou água, sem aviso prévio ao consumidor. Eles vão analisar também a alteração em lei, que amplia a isenção pagamentos de taxas em autarquias e fundações públicas.

Neste primeiro projeto, o deputado Maurício Picarelli (PMDB) quer obrigar as concessionárias a avisar com 30 dias de antecedência, por meio de carta com aviso, sobre a interrupção da prestação de serviço, em função do não pagamento das tarifas.

Com esta mudança, as empresas poderão efetuar a suspensão dos serviços em caso de atraso do pagamento em 60 dias, com duas faturas vencidas. Se esta (empresa) fizer o corte indevido, terá que pagar multa de 1 mil Uferms, que representam R$ 20.690,00.

O deputado explica que é preciso cobrar os valores devidos, mas este não pode ser feito de forma arbitrária. Ele lembra que o fornecimento de energia elétrica e água são serviços considerados essenciais para garantir a cidadania e dignidade da pessoa humana.

Já o projeto de Carlos Marun (PMDB), tem o objetivo é ampliar a isenção de governos e prefeituras nos pagamentos de taxas para serviços notariais e de registro, deixando isentas a União, governo estadual e municípios, com suas respectivas fundações e autarquias.

O deputado ainda citou que a própria prefeitura de Campo Grande fez esta sugestão para regularização das áreas da EMHA (Agência Municipal de Habitação de Campo Grande), assim como de parcerias entre Estado e município, na área de habitação.

Os dois projetos serão analisados pelos deputados em primeira discussão, caso sejam aprovados, seguem para as comissões para se analisar o mérito das propostas. Depois retornar ao plenário, para votação dos parlamentares.

Temer diz que adiamento da reforma da Previdência foi 'ótimo' para ganhar votos
O presidente Michel Temer procurou mostrar otimismo ao falar sobre a reforma da Previdência ao dar posse ao deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) c...
Diretor da PF entrega ao STF relatório de investigação sobre ministros
O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, entregou hoje (15) à ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), um re...
TRE realiza plantão para cadastramento biométrico neste sábado na Capital
O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) realiza neste sábado mais um plantão para atender eleitores de Campo Grande que ainda nã...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions