ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, QUINTA  03    CAMPO GRANDE 24º

Política

Deputados esperam definir cargos da mesa diretora após eleição

Reeleição de Paulo Corrêa (PSDB) na presidência já está bem encaminhada

Por Leonardo Rocha | 24/10/2020 15:40
Deputados estaduais durante sessão em fevereiro deste ano, na Assembleia (Foto: Luciana Nassar - ALMS)
Deputados estaduais durante sessão em fevereiro deste ano, na Assembleia (Foto: Luciana Nassar - ALMS)

Com a reeleição de Paulo Corrêa (PSDB) bem encaminhada para presidência da Assembleia, os deputados esperam definir os demais cargos da mesa diretora, após as eleições municipais. Eles alegam que as articulações ainda estão na fase inicial e vão se intensificar em novembro.

A eleição da mesa diretora da Assembleia foi marcada para 10 de dezembro. Corrêa já anunciou que vai disputar a reeleição (presidência) e só espera a definição do calendário, para buscar o apoio dos colegas, entretanto os líderes partidários já adiantaram que a tendência é o tucano continuar no comando da Casa.

Já o deputado Zé Teixeira (DEM), primeiro-secretário da Assembleia, adiantou que só continua no cargo se tiver “consenso” entre os parlamentares. “Se for vontade deles que eu continue, então coloco novamente meu nome à disposição, mas não vou para disputa”, disse o democrata ao Campo Grande News.

Ele ponderou que cabe aos colegas avaliar o seu trabalho no cargo. “Acredito que fiz um bom trabalho, com a modernização do prédio, reforma na parte elétrica e de acessibilidade e a implantação de todos os gabinetes no mesmo tamanho. Foi o trabalho realizado em conjunto com a presidência”, descreveu.

Mudanças – Para o deputado Evander Vendramini (PP) seria importante ter uma “renovação” da mesa diretora, para que outros deputados ocupassem os cargos. “Sempre é importante para oxigenar, trazer novas ideias”. Outros parlamentares dizem que podem ter alterações (cargos)..

Herculano Borges (SD), que hoje é o 2° secretário, explicou que seu bloco político vai conversar, para definir encaminhamento sobre a eleição. Já Lídio Lopes (Patri) ponderou que as articulações ainda estão no começo e Pedro Kemp (PT) avisou que só fala do assunto após o pleito municipal.

Divisão - Na última eleição da mesa diretora os cargos foram divididos entre os dois blocos políticos. O chamado G-10, formado por deputados novatos, ficou com a 2° secretária (Herculano Borges), 2° vice-presidência (Neno Razuk) e 3° vice-presidência (Antônio Vaz).

 Já o G-9 também teve três cargos: vice-presidência (Eduardo Rocha), 1° secretaria (Zé Teixeira) e 3° secretaria (Pedro Kemp). Paulo Corrêa da bancada do PSDB assumiu a presidência da Casa de Leis.


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário