A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

14/12/2010 15:09

André encaminha proposta para aumento de taxas do Detran

Jorge Almoas e Aline dos Santos

Número de vistoria justifica acréscimo nos valores cobrados

Entre os 11 projetos encaminhados na segunda-feira pelo governador André Puccinelli à Assembleia Legislativa, uma proposta refere-se à alteração dos valores de taxas cobrados pelos serviços realizados no Detran (Departamento Estadual de Trânsito).

Na mensagem encaminhada ao presidente da Assembleia, deputado estadual Jerson Domingos, o governador justifica que 18 serviços terão redução no valor cobrado, mas que o número de vistorias explica o acréscimo na taxa.

Atualmente, a vistoria para fins diversos custa 2,50 Uferms (Unidade Fiscal Estadual de Referência de MS), totalizando R$ 37,40. Com o aumento de 40%, o serviço vai custar R$ 52,36.

 André encaminha proposta para aumento de taxas do Detran

O governador reitera que o Detran de Mato Grosso do Sul realiza 28.600 vistorias por mês. Com o novo valor, os cofres estaduais passam a arrecadar R$ 1,4 milhão somente com vistorias.

Entre os serviços que terão diminuição estão autorização para estrangeiro (de 4,30 para 2 Uferms); baixa de veículo (sucata/furto/roubo), passando de 3,67 para 2 Uferms; cadastro de veículos antigos sem registro nacional (de 20 para 15 Uferms); cancelamento de alegação de venda (de 1 para 0,50) e cancelamento de registro inicial, baixando de 8,33 para 6 Uferms.

A nova tabela atende, segundo a proposta do governo, a resolução do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), sobre a regularização da numeração de motores de veículos registrados ou a registrar. Além disso, os novos valores devem custear os lacres, com mais durabilidade e qualidade.

Ainda no projeto, o governador reforça que, por conta do volume de vistorias, será necessário adquirir serviços, equipamentos, treinamentos de pessoal locação e instalação de áreas para vistorias.

Detran libera atividade das empresas de vistoria em MS
A diretoria do Detran/MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) se reuniu com os donos das ECVs (Empresas Credenciadas em Vistoria...
Detran estende prazo para pagar licenciamento sem multa
O Detran (Departamento Estadual de Trânsito) estendeu o prazo de pagamento do licenciamento dos proprietários de veículo com placa final zero em Mato...
Detran/MS leiloa sucatas em Paranaíba no dia 27
O Detran/MS (Departamento Estadual de Trânsito) vai leiloar 74 unidades de sucatas de veículos no próximo dia 27 de outubro. Resultado de apreensões,...
Depois de reforma, Detran libera pista de exames na 2ª
A pista de exames do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) será liberada na próxima segunda-feira, após reforma que começou no dia 2 de agosto.S...


O nosso Governador teria que se preocupar em retirar das ruas os veículos acima de 30 anos de uso ou em má estado de conservação. As taxas por sua vez já estão com valores muito acima da realidade dos condutores. As grandes taxas que se paga no Detran, serviço considerados duplicados onde sentimos que pagamos duas vezes para serem feitos os mesmos serviços. Teria que antes de aumentar qualquer taxa, rever todas elas e constatar que tem serviços, que uma única taxa já cobria o serviço contratado. Taxa de vistoria, uma vergonha o valor que se paga, valor muito alto.. agora mais caro ainda...pts...

 
Damasio Lopes em 15/12/2010 08:31:42
tem que melhorar o atendimento , baixar uma tarifa que quase nunca e usada , e lorota e brincadeiraaaaaaaaaaa, -
 
isaque da silva vareiro em 15/12/2010 08:05:19
O argumento do governador contraria qualquer lei de mercado. Quanto mais se vende, menor são os custos.

Então, se temos muitas vistorias, por que não reduzir o preço?

Quer dizer que a taxa, que deve ser cobrada para pagar um serviço passa a ser cobrada para gerar lucro?
 
Ronaldo de Jesus Costa em 15/12/2010 07:49:39
QUE VISTORIA?

OS VEÍCULOS SÃO VISTORIADOS SÓ QUANDO SÃO TRANSFERIDOS DE DONO, O ABSURDO É O LICENCIAMENTO QUE É FEITO SÓ NO PAPEL, E SE O PROPRIETÁRIO PAGA A TAXA, ELE FICA AUTORIZADO A CIRCULAR LIVREMENTE.

AÍ O QUE SE VÊ É ESSA MULTIDÃO DE VEÍCULOS CAINDO AOS PEDAÇOS E PERFEITAMENTE LICENCIADOS A CIRCULAR, SEM LANTERNAS, SEM FREIOS, SEM ESPELHOS, COM CARACTERÍSTICAS DE SUSPENSÃO E LATARIA ALTERADAS, PNEUS CARECAS, MOTOS COM AQUELES RIDÍCULOS ESPELHINHOS CHAMADOS "CHINEZINHOS" QUE NÃO DÃO VISIBILIDADE ALGUMA A QUEM PILOTA.

VEÍCULOS SEM CONDIÇÕES DE CIRCULAR E QUE SÓ SERÃO TIRADOS DE CIRCULAÇÃO SE O CONDUTOR TIVER O AZAR DE CAIR NUMA BLITZ.
ESTÁ NA HORA DE DEIXARMOS DE SER HIPÓCRITAS E VISTORIAR AO MENOS UMA VEZ POR ANO A NOSSA FROTA DE VEÍCULOS.

O DETRAN É UM DOS ÓRGÃOS DE MAIOR ARRECADAÇÃO NO ESTADO, INCLUSIVE DESCONTANDO DOS PROFISSIONAIS MÉDICOS E PSICÓLOGOS UMA "BOLADA" DOS VALORES QUE O USUÁRIO PAGA QUANDO FAZ O EXAME DE HABILITAÇÃO, SOB A ALEGAÇÃO DE QUE O PROFISSIONAL USA AS INSTALAÇÕES DO ÓRGÃO.

JÁ PENSARAM SE A PREFEITURA RESOLVESSE COBRAR DOS MÉDICOS POR ATENDEREM NAS INSTALAÇÕES DOS POSTOS DE SAÚDE?
 
Luiz Antonio Costa em 15/12/2010 06:18:45
As tarifas são altas mesmo..o salario não aumenta 40% igual as taxass..
mas tem excessoes de funcionarioss nao podemos generalizar...
 
JOICE HELENA SILVA FARIAS em 14/12/2010 05:55:46
Boa tarde!


Para que?

As tarifas do DETRAN ja são altas....
além de sermos mal atendidos por funcioáarios que se acham que tem o direito de tratar o cidadão como criança...
 
João Carlos Souza Matos em 14/12/2010 03:27:46
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions