ACOMPANHE-NOS    
MARÇO, SEGUNDA  08    CAMPO GRANDE 22º

Política

Distribuição de vacinas começa nesta 2ª às 7h

Eduardo Pazuello deu entrevista logo após aprovação de duas vacinas e criticou início da imunização em SP

Por Marta Ferreira | 17/01/2021 15:04

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, declarou nesta tarde que a partir de amanhã, às 7h, começará o envio aos estados de doses de vacina contra covid-19.

A vacinação, de acordo com ele, tem start previsto para quarta-feira às 10h.

Mato Grosso do Sul, que já teve 2,6 mil mortos pela doença e mais de 150 mil contágios, tem público a vacinar estimado em 890 mil pessoas. Ainda não está claro como vai ser aplicação.

Na coletiva de Pazuello, dada após a aprovação de dois imunizantes contra o novo coronavírus pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitário), ele disse que logo após a informação, foi determinada a preparação da logística.

Para ele, foi uma ação de marketing em cima da doença.

Nós poderíamos, num ato simbólico ou numa jogada de marketing, iniciar a primeira dose em uma pessoa. Mas em respeito a todos os governadores, prefeitos e todos os brasileiros, o Ministério da Saúde não fará isso. Não faremos uma jogada de marketing", afirmou


A primeira pessoa vacinada no Brasil foi uma profissional de saúde de São Paulo, produzindo a imagem simbólica tão disputada do início da vacinação.

As vacinas -  O imunizante produzido pela Universidade de Oxford e a farmacêutica AstraZeneca, que teve aval de uso emergencial pela Anvisa, não está no Brasil. O governo federal tentou a importação de 2 milhões de doses na Índia, mas o plano enfrentou problemas.

O avião que iria para o país asiático buscar o produto nem chegou a decolar. Com isso, o governo federal se apressou para solicitar nessa sexta, 15, as doses da Coronavac do Instituto Butantã para começar a campanha de vacinação.

Segundo Pazuello, o plano de trazer as doses da Índia não foi levado à frente porque o governo local ainda não havia começado a campanha de imunização contra a covid-19. O desgaste político dos governantes indianos de eventual liberação das 2 milhões de doses antes de começar a vacinação local, portanto, foi um empecilho. "Estamos nas negociações diplomáticas para que seja autorizada a entrega", afirmou Pazuello

Vacina contra a covid-19, que terá distribuição iniciada nesta segunda-feira, segundo ministro. (Foto: Agência Brasil)
Vacina contra a covid-19, que terá distribuição iniciada nesta segunda-feira, segundo ministro. (Foto: Agência Brasil)


(Matéria editada às 15h40 para acréscimo de informaçõs do Estadão Conteúdo)

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário