A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Agosto de 2017

02/06/2014 11:15

Dois disputam Fetems com poder político e faturamento de R$ 2,4 mi

Helton Verão
O processo de votação se encerrará às 20 horas. foto. (Foto: Cleber Gellio)O processo de votação se encerrará às 20 horas. foto. (Foto: Cleber Gellio)
Roberto Botareli busca a reeleição para mais um triênio  (Foto: Cleber Gellio)Roberto Botareli busca a reeleição para mais um triênio (Foto: Cleber Gellio)
Gilvano, vice faz boca de urna na Capital, enquanto Gleice em Dourados (Foto: Cleber Gellio)Gilvano, vice faz boca de urna na Capital, enquanto Gleice em Dourados (Foto: Cleber Gellio)
Maria Aparecida, aos 81 anos faz questão de participar da votação (Foto: Cleber Gellio)Maria Aparecida, aos 81 anos faz questão de participar da votação (Foto: Cleber Gellio)

Os 23,4 mil trabalhadores em educação votam, desde às 8h de hoje (2), para escolher a nova diretora da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul). Duas chapas disputam o comando da entidade, que fatura R$ 2,4 milhões por ano e é o maior sindicato do funcionalismo público estadual.

Duas chapas concorrem à eleição da federação para o triênio 2014/2017: a número 1, “Movimenta FETEMS com Autonomia e Luta”, com Gleice Jane Barbosa e Gilvano K. Bronzoni, e a 2, chapa que tenta reeleição, “Fetems cada vez mais forte”, Roberto Magno Botareli Cesar e Sueli Veiga Melo.

A movimentação na sede da ACP, na Capital, é grande nesta manhã. Enquanto a chapa da oposição busca surpreender e “dividir” com os demais municípios a diretoria, o atual presidente aposta no seu histórico para ter sucesso na votação. “Queremos recuperar o crédito do professor, com muito debate e mobilização da categoria. Além claro de buscar o piso salarial por 20 horas, plano de cargos e a melhoria na estrutura”, promete o vice da chapa 1, Gilvano Bronzoni.

A estratégia da chapa é ter um integrante de cada um dos maiores municípios do Estado. “A Gleice está em Dourados, temos integrantes em Três Lagoas também, essa estratégia é para democratizarmos e garantir a participação de todos municípios”, ressala Gilvano.

O candidato da situação, Roberto Botareli, lista as conquistas durante seu triênio e que necessita da continuidade do trabalho junto a classe. “Temos nossas conquistas ao nosso lado. Conquistamos a unificação do administrativo e dos professores num estatuto único. O reajuste de 18%, e 23% para quem tiver o curso técnico do Prófuncionário, se analisar outros setores, ninguém conseguiu algo parecido”, avalia Botareli.

O candidato a reeleição ainda relembra a conquista do um terço da jornada dos professores destinadas ao planejamento das aulas. “Mesmo com Mato Grosso do Sul sendo o 17º no ranking da economia do Brasil, conseguimos o 3º melhor piso de todo Brasil”, exalta Roberto.

As metas para um novo triênio para Botareli passam por uma reforma no plano de cargos e carreiras e o reconhecimento do doutorado. “No estatuto quem tem doutorado ainda recebe como mestre, vamos lutar por mais este reconhecimento”, promete.

Aos 81 anos, a aposentada Maria Aparecida Amorim, com a bengala e o ajuda de um familiar foi a votação. Para ela, que passou anos ensinando aos alunos como exercer seus direitos, nada mais justo comparecer e votar. “Ensinei por muito tempo os alunos cumprirem suas obrigações e votarem em eleições, por que eu deveria parar? Toda eleição sempre venho votar”, comenta a idosa.

Outra professora aposentada, Francisca Arguello, que deu aula por mais de 20 anos, acordou cedo para exercer seu dever também. “Já melhorou muito a situação da nossa classe, mas ainda falta muito respeito e reconhecimento. O aposentado precisa ter seus direitos revistos”, conta Francisca.

O processo de votação iniciou às 8 horas e se encerrará às 20 horas. Poderão votar todos os filiados que estão em dia com suas obrigações sindicais. No dia da votação é preciso apresentar documento de identificação com foto.

Além do faturamento, Fetems conta com um hotel de trânsito para atender os professores do interior do Estado e mobiliza políticos, principalmente do PT, como Antonio Carlos Biffi, Pedro Kemp, Zeca do PT, entre outros. 

Câmara vai homenagear 84 pessoas em sessão do aniversário de 118 anos
A Câmara Municipal de Campo Grande vai homenagear 84 pessoas em sessão solene na próxima quarta-feira (dia 23). Na ocasião, a partir das 19h, serão ...
Moreira Franco: MP das Rodovias dará segurança jurídica e resolverá problemas
O ministro da Secretaria Geral da Presidência, Moreira Franco, afirmou que a MP das Rodovias vai garantir condições de investimento nas concessões at...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions