A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

07/10/2016 12:25

Dos mais votados, só Bernal segue indeciso entre Marquinhos e Rose

Aline dos Santos e Leonardo Rocha
David formalizou apoio a Rose (de roupa verde) no segundo turno.  (Foto: Alcides Neto)David formalizou apoio a Rose (de roupa verde) no segundo turno. (Foto: Alcides Neto)

Dos candidatos derrotados, mas com melhores desempenho no primeiro turno, só o atual prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), segue indeciso entre Marquinhos Trad (PSD) e Rose Modesto (PSDB), que disputam a segunda etapa da eleição. Bernal foi o terceiro mais votado e obteve 26,01%.

Numa sexta-feira de definições, o deputado estadual Carlos Alberto David dos Santos (PSC), o Coronel David, oficializou apoio à coligação liderada por Rose. Ele ficou em quarto lugar, com 4,83% (20.631 votos).

“Acreditamos que a melhor alternativa para a cidade seja a aliança tucana. Percebemos durante a campanha que existe um sentimento de mudança na população”, afirma David.

Segundo ele, o primeiro contato foi feito pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e depois pela candidata. David conta que também foi procurado por Marquinhos, mas já havia decidido apoiar o PSDB.

Rose afirmou que é uma honra conta com o apoio do Coronel David. “Ele traz qualidade. Em nenhum momento, pensei em governar sozinha”, diz. A candidata aguarda até amanhã resposta do candidato Athayde Nery (PPS) e também a decisão de Bernal. “Entendemos que precisamos de projeto para o bem da cidade. Não é hora de olhar para o retrovisor”

Neutros - Em quinto lugar na preferência do eleitorado, Marcelo Bluma (PV) optou pela neutralidade. Durante coletiva na manhã de hoje, Bluma afirmou que as legendas – PV e Rede Sustentabilidade - irão liberar os filiados para se unir a quem quiserem. Nas urnas, Bluma teve 2,51% (10.707 votos).

A posição de neutralidade também foi adotada pelo PT, partido de Marcos Alex, que obteve 1,99% (8.482 votos). Contudo, as lideranças podem optar por um dos concorrentes. Na última terça-feira (dia 4), Pedro Pedrossian (PMB) se juntou à ala dos neutros. “Particularmente, não vou aderir a nenhuma campanha, ficarei neutro”, disse o candidato, que teve 0,57% (2.416 votos).

Definidos – Marquinhos Trad já obteve o apoio dos candidatos derrotados Adalton Garcia (PRTB) e Elizeu Amarilha (PSDC). O primeiro teve 0,38% (1.607 votos), enquanto Amarilha somou 0,05% (200 votos).

Rose Modesto angariou o apoio do Coronel David e Lauro Davi (Pros). Lauro teve resultado de 0,45% (1.943 votos).

Nulos - O PSTU, partido do candidato Suél Ferranti, pediu aos seus 1.320 eleitores que anulem os votos. A justifica é que nenhum dos candidatos representa suas propostas e ideais políticos.

Representado nas urnas por Rosana dos Santos, o Psol anunciou que não apoiará nem Rose Modesto nem Marquinhos Trad. A sigla ainda orientou que quem votou em Rosana não vote nos dois postulantes, pois ambos “não vão representar a classe trabalhadora e os ideais de seu partido”.

Fator Bernal - Cobiçado pelos 111 mil votos recebidos no primeiro turno, Bernal afirma que conversa nesta sexta-feira com o candidato Marquinhos, o governador e a direção do PP.

Segundo Bernal, as exigências para aderir a alguma das candidaturas é de que a aliança seja programática e que a nova administração não inclua denunciados por corrupção. A reportagem não conseguiu contato com os candidatos Athayde Nery e José Flávio Arce (PCO).




Se apoiar, tanto o "A" como o "B". Creio que estará dando um GOLPE em 111 mil eleitores FIES a ele. Fique NEUTRO!!!!! e, Avante, sempre!!!
 
nilo papito em 07/10/2016 15:51:05
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions