A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

06/10/2009 11:10

Duarte diz que propaganda do governo encareceu material

Redação

O deputado Paulo Duarte (PT) usou a tribuna da Assembléia Legislativa hoje para reclamar que o Estado poderia economizar 45% nos gastos com material escolar se não pagasse para acrescentar a cada item a logomarca do atual governo.

Ele usa como exemplo o lápis preto, comum, que custa em média 20 centavos sem a logomarca. Ao inserir em cada um deles a marca adotada pelo governo do Estado, nas cores azul e verde, o preço sobre para 29 centavos. "Com o dinheiro que pagaram por 1 milhão 320 lápis daria para comprar 2 milhões de lápis", reclama o deputado.

Na opinião dele, os gastos são injustificáveis, já que todos os produtos comprados já têm a escrita "Governo de Mato Grosso do Sul".

Além dos lápis, também réguas, cadernos, mochilas e outros materiais foram adquiridos para distribuição a 305 mil alunos da rede estadual em 2010.

"Isso contraria o artigo 137 da Constituição, que prega os princípios da moralidade, legalidade e impessoalidade", alerta Duarte.

Ele anunciou que irá acionar a Justiça, na tentativa de evitar que esse tipo de custo vire "mania".

Em defesa do governador, o deputado Youssif Domingos (PMDB) disse que não vê nada de errado nesse tipo de procedimento. "O governo federal não coloca em seus material só governo federal, coloca Governo Federal - Brasil para Todos", diz.

Ele lembrou que o ex-governador Zeca do PT também sofreu "interpelação judicial pelo mesmo motivo".

O apoio também veio do deputado Paulo Correa (PR). "Qualquer governo tem e usa sua marca", disse.

Onevan de Matos (PSDB) cutucou o petista Paulo Duarte, dizendo que o deputado "já foi governo e sabe como é como isso funciona".

O petista Amarildo Cruz retrucou, defendendo as administrações petistas. "Nunca vi régua nem lápis com marca. Esse tipo de prática é muito cômoda faltando um ano para eleição", rebate.

Presidente Michel Temer deve ter alta na manhã desta sexta-feira
O presidente Michel Temer deverá ter alta hospitalar na manhã desta sexta-feira (15), informou o médico Roberto Kalil Filho, que coordena os cuidados...
Interrogatório de Lula na Operação Zelotes é marcado para fevereiro de 2018
A Justiça Federal em Brasília marcou para o dia 20 de fevereiro de 2018 os interrogatórios do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de seu filho ...
Senado aprova desconto de dívidas de produtores rurais e texto segue para sanção
O Senado concluiu a votação, nesta quinta-feira (14), do projeto que permite a renegociação das dívidas de produtores rurais, estabelecendo descontos...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions