A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Agosto de 2017

05/11/2014 19:12

Durante encontro com bancada, Reinaldo promete dobrar recursos de emendas

Ludyney Moura
Encontro de Reinaldo com a bancada federal aconteceu em uma das salas da biblioteca do Senado Federal (Foto: Divulgação)Encontro de Reinaldo com a bancada federal aconteceu em uma das salas da biblioteca do Senado Federal (Foto: Divulgação)

“Ótima e proveitosa”, foi assim que o governador eleito do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), descreveu a reunião que teve no fim da tarde desta quarta-feira (5) com a bancada federal de Mato Grosso do Sul. O encontro aconteceu em uma das salas da biblioteca do Senado Federal, em Brasília, que contou com 10 dos 11 integrantes da bancada, oito deputados federais e dois senadores. Apenas o senador Delcídio do Amaral (PT), não compareceu.

“Foi uma boa reunião, harmoniosa. Daquilo que ele nos pediu, sinalizando suas prioridades mais importantes, o discurso de todos os membros da bancada foi pela construção de uma parceria em prol do Estado”, disse o deputado federal Geraldo Resende (PMDB).

Durante a reunião, o senador Waldemir Moka propôs aos colegas que todas emendas individuais e coletivas à Lei Orçamentária para 2015 sejam destinadas para administração do governo estadual. Todavia, segundo Geraldo, a sinalização dos parlamentares foi parcialmente favorável à medida.

“Dos R$ 15 milhões que cada deputado tem para fazer emenda ao Orçamento da União, ficou sinalizado que colocaremos R$ 10 milhões para a administração pelo Governo do Estado, sendo R$ 5 milhões para a saúde e R$ 5 milhões em obras de infraestrutura. E o Reinaldo se comprometeu a investir R$ 1 real de recursos do Estado para cada R$ 1 real de emenda”, revelou Resende. 

O coordenador da bancada federal, deputado Vander Loubet (PT), ofereceu ao governador eleito apoio de sua assessoria parlamentar para que o tucano busque recursos junto aos diversos programas existentes nos ministérios, além, é claro, das emendas individuais e de bancada.

Para o senador Ruben Figueiró (PSDB), será preciso disciplinar a apresentação das emendas individuais e de bancada a fim de garantir a distribuição dos recursos aos projetos mais necessários dos municípios de Mato Grosso do Sul.

“Não podemos deixar à distância um dos principais programas para Mato Grosso do Sul que é a recuperação assoreamento do Rio Taquari. Precisamos consignar recursos para que o governo federal rompa a burocracia e dê prosseguimento a este importante projeto ambiental”, declarou o senador tucano, que se despede este ano do Senado.

Reinaldo Azambuja está neste momento embarcando de volta à Campo Grande. Em Brasília ele esteve acompanhado do deputado federal eleito Márcio Monteiro, presidente regional do PSDB. 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions