A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 25 de Setembro de 2017

12/09/2017 16:51

'É aguerrido, lutador', diz Reinaldo sobre escolha de Marun para CPI

Marta Ferreira e Guilherme Henri
O governador Reinaldo Azambuja durante evento nesta tarde na Governadoria. (Foto: André Bittar)O governador Reinaldo Azambuja durante evento nesta tarde na Governadoria. (Foto: André Bittar)

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB) elogiou nesta tarde a escolha do deputado federal Carlos Marun (PMDB) para a relatoria da CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) que vai investigar os negócios da JBS. A escolha foi definida nesta manhã.

“É um parlamentar experiente, aguerrido, lutador, que representa bem Mato Grosso do Sul”, afirmou Reinaldo, durante solenidade em que foi assinada a retomada para os trabalhos do Projeto Rondon em Mato Grosso do Sul, com apoio das Forças Armadas. Na avaliação do governador, estão surgindo fatos novos em relação à delação premiada dos donos da JBS e a CPMI poderá trazer bons resultados.

Ressarcimento

Durante a entrevista, o governador comentou ainda a anulação do acordo de leniência da JBS, que previa ressarcimento de R$ 10 bilhões por prejuízos provocados pelas empresas.

No Estado, existe uma preocupação com os valores de imposto que não foram arrecadados pela empresa, sem o cumprimento das contrapartidas. Sobre isso, Reinaldo afirmou que a Secretaria de Fazenda está avaliando todos os incentivos. “Não temos apenas 5 empresas, temos 1.191 empresas”, afirmou.

Segundo ele, se forem identificadas irregularidades nos acordos prevendo os incentivos fiscais, o governo vai pedir devolução. A JBS já é alvo de uma CPI em Mato Grosso do Sul, que já identificou irregularidades e definiu que será necessário pedir ressarcimento à empresa.

Hoje cedo, ao comentar a indicação para a relatoria da CPI, o deputado Carlos Marun afirmou que o monopólio da JBS em Mato Grosso do Sul será um dos temas a ser investigado. A empresa tem seis mil funcionários no Estado.

Em data-limite para reforma política, Congresso prioriza fundo para campanhas
Sem conseguir implementar mudanças efetivas para as eleições de 2018, o Congresso Nacional vai concentrar esforços nas próximas duas semanas para apr...
Temer recebe aliados antes de nova denúncia iniciar tramitação na Câmara
O presidente Michel Temer reuniu-se no fim da tarde deste domingo (24) com alguns de seus ministros mais próximos e com parlamentares da base aliada,...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions