ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  03    CAMPO GRANDE 27º

Política

Eduardo Riedel defende PPP para universalizar saneamento até 2031

Por José da Cruz | 25/05/2022 09:58
Riedel, virtual candidato do PSDB ao governo: aposta em parcerias para garantir saneamentos a todas as famílias de MS
Riedel, virtual candidato do PSDB ao governo: aposta em parcerias para garantir saneamentos a todas as famílias de MS

Ex-secretário estadual de Infraestrutura e virtual candidato do PSDB ao governo, Eduardo Riedel, pretende fortalecer parceiras com a iniciativa privada para o financiamento de projetos de saneamento em Mato Grosso do Sul, levando o estado a ser o primeiro do país a universalizar o serviço.

Para ele, o saneamento básico é “sinônimo de dignidade”, lembra que nos últimos sete anos foi feito “muito neste aspecto”, mas que ainda “há muito a ser feito”. Por isso, acrescenta, a parceria com a iniciativa privada terá “papel fundamental” num eventual governo seu.

O pré-candidato vê a parceira como o caminho ideal para “atingirmos todas as famílias sul-mato-grossenses com a universalização do serviço”. Pelo projeto, Mato Grosso do Sul prevê investimentos de R$ 1 bilhão para levar o serviço, até 2031, a mais de 1,7 milhão de pessoas

Riedel deu como exemplo de parcerias a ‘Ambiental MS Pantanal’ – empresa criada a partir da PPP (Parceria Pública Privada) entre a Sanesul e o Grupo Aegea – que completou um ano de operação no Estado.

Desde maio de 2021, com o início da chamada “operação plena” da PPP, mais de 15 mil sul-mato-grossenses já foram conectados à rede coletora de esgoto. A companhia está presente nos 68 municípios onde a Sanesul já atua e tem a meta de universalizar o saneamento básico no estado, ao lado da estatal, até 2031.

No primeiro ano de operação, a MS Pantanal ligou mais de 4,7 mil moradias à rede de esgoto. No mesmo período, foram realizados 12,8 mil serviços de desobstrução, para que o esgoto possa fluir com segurança até as estações de tratamento. Além disso, foram feitos mais de 5 mil serviços preventivos na rede e 22,7 mil serviços preventivos nas estações elevatórias que fazem parte da estrutura.

Nos siga no Google Notícias