ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, TERÇA  13    CAMPO GRANDE 23º

Política

Eleições suplementares em Sidrolândia estão marcadas para 11 de abril

Daltro Fiuza teve a candidatura rejeitada em 2020, antes mesmo da votação, quando teve maioria dos votos

Por Lucia Morel | 04/03/2021 18:39
Daltro Fiuza (MDB). Foto: Divulgação
Daltro Fiuza (MDB). Foto: Divulgação

Eleições municipais suplementares serão realizadas em 11 de abril em Sidrolândia, a 71 Km de Campo Grande. Lá, o ex-prefeito Daltro Fiuza (MDB) venceu o pleito do ano passado, mas estava sob júdice e não pôde assumir o mandato.

Ele teve a candidatura rejeitada em 2020, antes mesmo da votação, mas acabou entrando com recurso. Pela determinação de então, ele está inelegível porque sua prestação de contas referente ao mandato de 2009 a 2012 foi rejeitada pela Câmara Municipal. Além disso, o Tribunal de Contas também apontou problemas.

Então hoje, em resolução, o TER/MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) definiu novas eleições, conforme determinação do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) de 2 de março.

Com isso, os votos obtidos por Daltro, foram anulados. Atualmente quem exerce o cargo de prefeito em Sidrolândia é a presidente da Câmara de Vereadores do município, Vanda Cristina Camilo (PP).

O último dia para registro das candidaturas é 14 de março, domingo da semana que vem. Entre os dias 15 de março e 10 de abril devem ser realizadas as propagandas eleitorais gerais. A diplomação dos eleitos deve ocorrer em 30 de abril e dia 1º de maio a posse.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário