A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

16/09/2016 11:05

Em 1 mês, campanhas a prefeito da Capital arrecadam R$ 1,9 milhão

Aline dos Santos
Na ponta da caneta: sistema do TRE mostra receita e gastos de candidatos. (Foto: Fernando Antunes)Na ponta da caneta: sistema do TRE mostra receita e gastos de candidatos. (Foto: Fernando Antunes)

Em um mês, a campanha dos candidatos a prefeito de Campo Grande arrecadou R$ 1,9 milhão e teve despesas pagas de R$ 1 milhão. Até o dia de votação, 2 de outubro, serão praticamente mais duas semanas de atividades, diante de um teto estabelecido em R$ 6,6 milhões.

Candidata do PSDB, Rose Modesto recebeu mais do que o dobro do outros candidatos, que, juntos, totalizam receita de R$ 598.519. A candidata tucana tem receita de R$ 1.348.666,16 e também aparece no topo das despesas pagas: R$ 652.503.

Conforme consulta ao Sistema de Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais, disponibilizado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Marquinhos Trad (PSD) tem receita de R$ 210 mil, com despesa paga no valor de R$ 190.912.

Marcelo Bluma (PV) informa arrecadação de R$ 111 mil e gasto de R$ 34.118. Candidato à reeleição, Alcides Bernal (PP) arrecadou R$ 87.019,85 e pagou R$ 18.332,66.

O coronel Carlos Alberto David dos Santos (PSC) tem receita de R$ 82.500 e despesa de R$ 78.973. Candidato do PPS, Athayde Nery (PPS) registra arrecadação de R$ 72.400 e despesa paga de R$ 59.402,27. Marcos Alex, o Alex do PT, recebeu doações de R$ 21.100 e pagou despesas de R$ 4.650.

Pedro Pedrossian Filho (PMB) arrecadou R$ 12.150 e gastou R$ 6.160. Suél Ferranti (PSTU) arrecadou R$ 1.350 e teve despesa paga de R$ 103,04. Adalton Garcia (PRTB) recebeu R$ 1 mil e registrou gasto de R$ 920.

Os candidatos José Flávio Arce (PCO), Aroldo Figueiró (PTN), Elizeu Amarilha (PSDC), Lauro Davi (Pros) e Rosana Santos (Psol) seguem com a campanha a custo zero, sem divulgar receita ou despesa.

Segundo o TRE/MS (Tribunal Regional Eleitoral), com a proibição de doação por empresas, a campanha é financiada por dois grupos de recursos.

O primeiro é o Fundo Partidário, cujos recursos estão consignados no orçamento da União. Já a modalidade outros recursos compreendem valores provenientes de doações de pessoas físicas, inclusive o próprio candidato; doação do partido político e de outros candidatos.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions