A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Agosto de 2017

29/11/2014 11:02

Empreiteiros e produtores rurais encabeçam lista de doações

Ludyney Moura
Doadores de Delcídio foram investigados pela Polícia Federal (Foto: Alcides Neto)Doadores de Delcídio foram investigados pela Polícia Federal (Foto: Alcides Neto)
Já Reinaldo tem na sua lista de doadores frigoríficos e produtores rurais (Foto: Marcos Ermínio)Já Reinaldo tem na sua lista de doadores frigoríficos e produtores rurais (Foto: Marcos Ermínio)

A lista de doadores das campanhas de Reinaldo Azambuja (PSDB) e Delcídio do Amaral (PT), que de acordo com a prestação de contas feita à Justiça Eleitoral arrecadaram juntos R$ 49,9 milhões, tem entre os principais doadores empreiteiras e produtores rurais.

Dos cinco maiores doadores da vitoriosa campanha tucana, a multinacional JBS, líder mundial em processamento de carne bovina, ovina e de aves, repassou, via direção nacional do PSDB, R$ 10,5 milhões durante a eleição a Reinaldo.

Um frigorífico do município de Aquidauana foi o segundo maior doador, o Buriti Comércio de Carnes, que doou quase R$ 1 milhão. Em terceiro aparece o agricultor de Maracaju, cidade que Reinaldo administrou por oito anos, Roberto de Oliveira Silva Junior, com doação de R$ 700 mil.

O filho do pecuarista e filantropo Antônio Morais dos Santos, Antônio Morais dos Santos Junior doou outros R$ 500 mil e o também pecuarista pantaneiro, Ivanildo da Cunha Miranda, que também administrou as finanças da campanha, repassou R$ 480 mil ao chefe.

Do lado petista, o que mais chama a atenção é presença na lista de doadores das empresas que foram alvo da operação Lava Jato, da Polícia Federal, que investigou irregularidades nos contratos firmados entre a Petrobras e as construtoras.

A Construtora Norberto Odebrecht S.A foi a maior doadora com quase R$ 3 milhões, seguida pela Andrade Gutierrez, com R$ 2,8 milhões e a UTC Engenharia, com R$ 2,3 milhões. Todo o dia chegou, também, via diretório nacional do PT.

Dos cinco maiores doadores de Delcídio, apenas a Construtora Triunfo, com R$ 1,5 milhão e a Equipav Engenharia, com R$ 1,4 milhão, não foram investigadas pela Polícia Federal. A Construtora Norberto Odebrecht também doou R$ 400 mil à campanha tucana.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions