A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

19/07/2012 16:45

Entre os 504 candidatos a vereador em Campo Grande, 16 são milionários

Fabiano Arruda
Candidata Silvana Hildebrand (PT) tem o maior patrimônio: R$ 6,347 milhões, segundo informado à Justiça Eleitoral. (Foto: Reprodução Facebook)Candidata Silvana Hildebrand (PT) tem o maior patrimônio: R$ 6,347 milhões, segundo informado à Justiça Eleitoral. (Foto: Reprodução Facebook)

Dezesseis entre os 504 candidatos a vereador em Campo Grande neste ano pertencem a um seleto grupo de milionários.

Os patrimônios constam na declaração de bens dos concorrentes informada à Justiça Eleitoral e estão disponíveis no sistema de registros de candidaturas do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

O maior patrimônio, de R$ 6,347 milhões, é da candidata Silvana Hildebrand (PT). Segundo informa o mecanismo do TSE, ela é policial civil. De acordo com o sistema de divulgação de candidaturas da Justiça Eleitoral, o patrimônio dela é formado, principalmente, por 33% de uma fazenda em Campo Grande, no valor de R$ 6 milhões, e parte de um imóvei no bairro Nova Bandeirantes, de R$ 250 mil. Além disso, foi informada a propriedade de dois automóveis.

O empresário Máximo Brasil (PMN) aparece com a segunda maior fortuna de R$ 4,890 milhões.

A lista de milionários também conta com o ex-governador Zeca do PT, o quarto na lista, com patrimônio de R$ 2,7 milhões. Ele informou à Justiça Eleitoral que é dono de quatro propriedades rurais em Campo Grande e Porto Murtinho, duas casas, na Capital, além de salas comerciais, veículos e uma embarcação. Também tem dinheiro aplicado em banco.

O ex-deputado federal Antônio Cruz (PMDB) e o ex-deputado estadual Coronel Ivan (PDT) também fazem parte da lista dos candidatos a vereador milionários.

Entre os 16 milionários, seis são vereadores que buscam a reeleição. Jamal (PR) é o mais rico entre eles com o patrimônio de R$ 2,8 milhões, o terceiro maior no ranking geral. Na lista, ele é seguido pelo presidente da Casa de Leis, Paulo Siufi (PMDB), com R$ 1,8 milhão, Clemêncio Ribeiro (PMDB) com R$ 1,7 milhão, Magali Picarelli (PMDB) com R$ 1,5 milhão, Paulo Pedra (PDT) com R$ 1,4 milhão e Loester Nunes (PMDB) com R$ 1,2 milhão.

Entre eles, cinco informaram à Justiça Eleitoral que terão gasto de R$ 1 milhão na campanha, quantia próxima ao patrimônio. Apenas Pedra declarou que irá investir R$ 550 mil durante a eleição.

Com patrimônios milionários, os candidatos concorrem a um cargo que oferece salário bruto de pouco mais de R$ 9 mil por mês.

Vereador Jamal possui o terceiro maior patrimônio da lista. (Divulgação)Vereador Jamal possui o terceiro maior patrimônio da lista. (Divulgação)
Ex-governador Zeca do PT também está na lista dos candidatos milionários. (Foto: arquivo)Ex-governador Zeca do PT também está na lista dos candidatos milionários. (Foto: arquivo)

Confira o ranking, segundo dados do "DivulgaCand

Silvana Hildebrand (PT): R$ 6,347 milhões

Máximo Brasil (PMN): R$ 4,890 milhões

Dr. Jamal (PR): R$ 2,856 milhões

Zeca do PT: R$ 2,734 milhões

Irene Lajos Kemp (PSB), empresária: R$ 2,260 milhões

Paulo Siufi (PMDB): R$ 1,817 milhão

Clemêncio Ribeiro (PMDB) R$ 1,712 milhão

Enos Medrado (PP), aposentado: R$ 1,567 milhão

Magali Picarelli (PMDB): R$ 1,519 milhão

Edil Albuquerque (PMDB): R$ 1,471 milhão

Coronel Ivan (PDT): R$ 1,433 milhão

Paulo Pedra (PDT): R$ 1,416 milhão

Antônio Cruz (PMDB): R$ 1,335 milhão

Josceli Pereira (PTdoB), servidor público estadual: R$ 1,280 milhão

Loester Nunes (PDT): R$ 1,255 milhão

Cazuza (PP), locutor: R$ 1,056 milhão



Também acho que o voto deve se basear principalmente, na proposta do candidato. O fato de o candidato ser milionário, pode não ter nada a ver com suas reais intenções na Câmara. Quem é milionário, pode, eventualmente, trabalhar com mais produtividade, contratando pessoas inteligentes como assessores. Uma coisa é certa: se eu fosse milionário, JAMAIS iria ser candidato a nada neste País.
 
Carlos Rocha em 07/10/2012 10:13:01
Pessoal vcs nao estao lendo direito, estes números nao sao o que estao gastando na campanha, e sim o patrimônio do candidato, a maior valor de gastos com a campanha é de R$ 39 mil, então vamos ler melhor, ou parar de ler matérias aki e ir estudar uma interpretação de texto, vcs se julgam espertos em nao votar em "milionários" e nao entendem um texto...
 
Francisco Neto em 27/09/2012 07:51:38
E quais são os 16 mais pobres?
 
João Espinosa da cruz em 12/09/2012 02:49:28
milionario não trabalha coloca os pobres para fazer o trabalho e os burro votar parem pense nisso eles ganhão dinheiro vc o serviço vote conciente
 
EDEMIR RAMOS MACHADO em 11/09/2012 08:13:30
Eu sou candidata e concordo que um milionário se candidate, afinal ele também tem ótimas idéias. O que eu questiono é a quantidade que se pode gastar em uma campanha,e , tenho a solução: independente de ser milionário ou não todos os candidatos a vereadores deveriam gastar a mesma quantia que é estipulada pelo partido, assim o povo poderia escolher pelas propostas e não pelo bolso.
 
Maria Aparecida de Carvalho em 25/08/2012 08:40:19
Eita policial porreta! Ainda por cima e do time da Dilma, PT. Tem um patrimônio deste tamanho? firme na profissão de policial. Isso que e gostar de segurança.
 
Adilton Nascimento em 24/07/2012 09:11:04
Não sei o que é pior, votar em quem já tem muito como esses ou votar em quem está entrando como candidato só para enriquecer também! Afeeee...que dúvida! rsrsrsr
 
Juçara Rosa de Oliveira em 20/07/2012 12:56:06
Com essa relação dos 16 vereadores milionarios, ainda assim mesmo tem gentinha que ira votar em alguns desses (16) dezesseis, tudo pelo dinheiro. O país nosso há muita corrupção.
É hora de mudarmos essa metodologia, devemos valorizar o nosso título na urna, elegermos pessoa humildes e com vontade de mostrar trabalho e que pensa como o povo. Não aqueles que após eleito, só ficam no gabinete.
 
Naielly Mayara em 20/07/2012 12:28:31
Sugiro que esses candidatos ditos "milionários" devolvam os vencimentos de vereador, caso se elejam. Daí sim eu começaria a acreditar que existe uma luz no fim do túnel, que não é o trem da corrupção, do clientelismo e da falta de ética vindo na direção contrária.
 
Sandro Silva em 20/07/2012 11:42:07
infelizmente quem le isso não é a maioria dos votos, o que não podemos é votar nessa gente, e muito menos reeleger alguem.
Voto de cabresto ai acontece e muito em nossa capital.
Quem lê esse artigo não pode nem deve votar nessas pessoas.
Cadê a mudança que todos querem, a hora é agora. Vamos mudar nas urnas não reeleger ninguém.
 
Roberta Paula em 20/07/2012 10:58:18
Não decidi em quem vou votar para vereador, mas de uma coisa eu tenho certeza: não voto em nenhum desses 16 citados
 
Danillo Acosta em 20/07/2012 10:58:09
Alguns desses antes de serem políticos não tinham quase nada. Me lembro que quando fui vereador em Bonito, denunciei os ladrões da Prefeitua, e o povo rejeitou minha reeleição em 92. Agora vejo que realmente o povo quer ladrão no poder. O que vamos fazer?
 
Olices Trelha em 20/07/2012 10:43:09
Fazendo contas: se o salário de um vereador em C Gde, segundo a matéria é de pouco mais de R$ 9 mil reais, entendemos que em um ano receberão cerca de R$ 108 mil reais, multiplicando pelos quatro anos de mandato, isso seria em torno de R$ 432 mil reais de salário. Agora me expliquem, como alguns declararam junto ao TRE que vão gastar de R$ 550 mil a R$ 1 milhão??? Vamos abrir os olhos eleitores...
 
Julio Nantes em 20/07/2012 10:25:46
è isso mesmo Mário Sergio e Fábio Barbosa, é isso que tbem acho.....
 
Antonio Ferreira Filho em 20/07/2012 09:22:21
Senhores ( a), BOM DIA!

Sou candidato a vereador tenho 52 anos de idade dentre os quais 39 anos de carteira assinada, meu primeiro contrato foi em 1973 ( na então refrigerantes do oeste ) como OPERARIO, gostei da materia e vejo que temos alem de tudo conhecer o candidato NÃO PELO PODER ECONOMICO e sim pela historia, por sua vida pregressa.

Um grande abraço e feliz dia do AMIGO

NEI SALVIANO
 
NEI SALVIANO em 20/07/2012 09:00:22
Ou o Senhor Fernando dos Anjos é parente de um dom milionários, ou acredita em papai noel, falar que foi infeliz uma reportagem esclarecedora como esta, a pessoa quando se candidata sabe que a sua vida passa a ser de interesse publico
, temos que saber quem nos representa. Alias se candidatar a cargos públicos ta virando concurso publico.
 
Raquel Silva em 20/07/2012 08:56:35
vamos opinar pela a ficha limpa e por quem trabalha de verdade ?
 
Edir da silva santos em 20/07/2012 08:20:16
Alguém acredita que esse Zeca tem apenas 2,7milhões?
 
Luciano Bandeira em 20/07/2012 08:05:53
reportagem otima meus sinceros parabens,e sempre bom saber, para analisarmos nossos votos.
 
marcia oliveira em 20/07/2012 08:03:38
Observem bem o que a MARINES escreveu, pouca gente dar conta disso e depois reclama de corrupção. O trabalhador que vota em elemento rico tem algum tipo de disturbio mental. O rico ou herdeiro de fortunas, nunca pegou onibus, nunca andou de bicileta, não viaja de onibus, não vai em posto de saúde e nem EScola pública, vai entender os seus problemas??? Responda dia 07.10.2012.
 
luiz alves em 20/07/2012 08:00:06
Olha penso que devemos ter um certo equilibrio, para nao sermos injustos, julgando precipitadamente nossos candidatos e já proferindo a sentenca. Sendo jurados e juízes ao mesmo tempo. Uma é o enriquecimento ilícito, outra é trabalhar para construir um patrimonio durante anos, e desejar entrar na vida publica por um ideal. Sao coisas bem distintas. Por isso, moderacão, é fundamental!
 
iara estevam em 20/07/2012 04:14:45
Realmente, o povo precisa consultar o site do TRE-MS, ficara supreso com patrimonio de politicos que não tinham Bens e agora aparecem com patrimonios que um cidadão dificilmente alcançaria na sua vida plena, conheça o seu candidato, veja no site do TRE_MS, com alguns evoluiram até 400% em apenas 4 anos....
 
stella medeiros em 20/07/2012 01:36:31
Não é o tamanho do patrimônio ANTES do mandato que tem que ser levado em conta. Candidatar-se à algum cargo não é privilégio de ricos ou pobres, mas de quem tem o propósito dirigido e orientado para a redução e resolução das mazelas sociais. O cargo cabe àquele que tem sensibilidade humanitária e porque não, habilidade política, seja um empresário milionário ou um trabalhador humilde.
 
Fernando Andrighetti em 19/07/2012 10:05:25
- Marinês Soares, vc fez a minha pergunta, então vamos tentar explicar: Só pode ser amor ao 'BEM COMUM', kkkkkkkkkk Gastar meio milhão, ou 1 milhão para se eleger em um cargo que não dará retorno salarial nem do que se gastou na eleição? Isso no mínimo é tripudiar sobre as nossas cabeças nos julgando otários. Fala sério, só no Brasil mesmo esse disparate. E o povo óoooooooooo! 3 pés de sapato.
 
ZUZA RATIER em 19/07/2012 08:57:02
Fernando dos Anjos, os dados são PÚBLICOS, dados 'expostos' no sistema do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Eu parabenizo a sagacidade do repórter Fabiano Arruda e da equipe Campo Grande News pelo norte da matéria! E digo mais, o povo tem que saber mesmo!
 
Liziane Berrocal em 19/07/2012 07:40:41
As pessoas tem direito de ser milionarias, queira Deus que toda a população de Campo Grande consiga um dia este privilegio, mas tem que fazer por onde! Nestas eleições o mais importante será analisar as propostas em beneficio a coletividade, e não o proprio bolso com a venda do voto.
 
Juarez Goncalves em 19/07/2012 07:18:06
Está faltando gente,filha de grandão,que deve estar escondendo o ¨leite¨.Pesquisem.Não que só os pobres devam se candidatar,mas esconder o öuro¨tbm n/ao,né?
 
Maria do Socorro Silva em 19/07/2012 06:52:33
adivinha quem vai ganha??????????????????????????? kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
 
antonio fribel em 19/07/2012 06:42:03
Parabéns pela reportagem.Grato.
 
Otoniel sena em 19/07/2012 06:14:12
Então fernando dos Anjos você já ouviu falar na lei de transparência do serviço PÚBLICO...,que em diversos países,agora também no Brasil, presta esclarecimento a nós cidadãos,que trabalhamos quatro meses do ano só para pagar impostos_leia-se salário do funcionalismo PúBLICO.Realmente não é incorreto ter bom nível de vida,desde que prove a origem do patrimônio.A questão é como se junta rápido?
 
Otoniel sena em 19/07/2012 06:13:19
um milionario nao pode ver o bem pra sua cidade? só pobre pode se candidatar agora? presume-se ser ele desonesto por ter dinheiro e se candidatar a um cargo que ganha "pouco"?
 
junior maksoud em 19/07/2012 06:13:00
Marines, é o seguinte: ai que tá, gastar + de milhão pra ser vereador? e pra prefeito? ninguem pesquisou?cada ano eleitoral que passa, fico com a certeza que nos eleitores somos ingenuos, pra nao dizer burros, vamos votar alternativo, vamos votar nos candidatos que tenham propostas e não em raposas que querem a todo custo ter ou manter poder.Temos que ter VERGONHA NA CARAAAAAAAAAAA.....
 
Mario Sergio Brizuena em 19/07/2012 06:07:49
Eu também não estou conseguindo entender o motivo de pagar para trabalhar. Já que o candidato gastara mais do que receberá nos quatro anos de mandato, qual o retorno disso? Eu não quero acreditar que haja acertos e outros tipos de malandragens tão divulgadas pela mídia. Principalmente em relação aos candidatos que considero mais honestos.

QUERO SER CANDIDATO !
 
elida cris chaves em 19/07/2012 06:01:00
Pois é Marines, eu sempre digo isso as pessoas, mas a explicação é a seguinte:
" um candidato(a) gasta R$1.000.000,00 declarado e mais um milhão por fora. Pra que?
para receber mais ou menos uns 10 milhões em acertos, tanto para se fazerem de cegos quanto aos rombos de outros politicos, quanto aprovarem leis e emendas que todo mundo(politicos) leva uma vantagem, menos o coitado que vota nestes
 
fabio barbosa em 19/07/2012 05:49:00
Fernando dos Anjos, a reportagem está corretissima na proposta de mostrar que dentre 504 candidatos 16 são milionários! Esses dados estão disponíveis no site do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e nem todos acessam. Não vejo problema algum na matéria que passa a ser de utilidade pública. Quem entra na vida pública sabe que deve apresentar seu patrimônio.
 
Prof. Janio Batista de Macedo em 19/07/2012 05:47:00
Ao relatar sobre aqueles candidatos com maior poder economico sobre os demais, a reportagem os expõem e os deixam vuneráveis. Ela poderia sim, ter tido outro norte, pois entar na vida particular do cidadão não é correto, pois não é proibido ter um padrão de vida considerável, desde que o tenha conseguido dentro da legalidade. A reportagem foi infeliz, no meu modo de ver.
 
Fernando dos Anjos em 19/07/2012 05:29:45
gostaria de entender uma coisa gastar R$ 1.000,000,00 ( um Milhão de reais)
na campanha durante 48 meses que dura um mandato daria em torno R$ 20.833,33 por mes, certo.vejamos que um vereador ganhe 10.000,00 mes x 48 = 480.000,00
quatrocentos e oitenta mil reais , tá pagando pra se eleger me responda quem puder preciso entender
 
Marines Soares em 19/07/2012 05:25:15
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions