A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Março de 2019

13/03/2019 16:01

Ex-coordenador da campanha de Odilon vira secretário de Marquinhos

Prefeito confirmou que Herbert Assunção, que chegou a ser cogitado para a vice do então candidato do PDT ao governo, vai assumir o cargo na segunda-feira

Humberto Marques e Liniker Ribeiro
Assunção confirmou convite que, conforme prefeito, ocorreu após um único encontro entre os dois. (Foto: Arquivo Pessoal/Reprodução)Assunção confirmou convite que, conforme prefeito, ocorreu após um único encontro entre os dois. (Foto: Arquivo Pessoal/Reprodução)

Ex-coordenador da campanha de Odilon de Oliveira ao governo do Estado em 2018, Herbert Assunção aceitou convite do prefeito Marquinhos Trad (PSD) para assumir a Sedesc (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia). A expectativa é de que responda pela pasta a partir da próxima segunda-feira (18), substituindo o engenheiro Abrahão Malulei Neto –que assumiu o cargo em setembro de 2018 e deixou a prefeitura em 28 de fevereiro.

Marquinhos confirmou o convite, atribuindo a escolha ao currículo do novo integrante do seu staff, o qual disse ter encontrado apenas uma vez, mas que ganhou a vaga graças ao currículo e recomendações. “É um técnico de qualidade, respeitado pelo empresariado”, destacou.

Assunção disse ao Campo Grande News que, após a saída de Malulei Neto, foi consultado sobre a possibilidade de assumir a pasta –responsável por setores como a política de incentivo a empresas, a qual integra o Prodes (Programa de Desenvolvimento Econômico e Social)– “e desenvolver um trabalho para o município, gerando emprego e renda, trazendo novos empreendimentos. Foi este o projeto que aceitei”.

Segundo ele, ainda não há uma linha direta para definir uma prioridade. “Isso vai demandar um diagnóstico, que apontará os problemas que temos de atacar. Mas a ideia é dar à Sedesc o viés do empreendedor, com uma tríplice hélice de desenvolvimento, focada nas empresas, nas universidades e no governo”.

Motivação – O novo secretário foi diretor-presidente da Fapec (Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Ciência, vinculada à Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) e afirma ter mais de 20 anos de atuação junto a gestões públicas, assessorando prefeituras, pontos que considera como determinantes para sua nomeação. Contudo, também admite um viés político.

Assunção disse ter se desfiliado do PDT um mês depois das eleições de outubro. No partido, chegou a ser cogitado para a vice de Odilon na disputa pelo governo ou como concorrente ao Senado. Entretanto, foi um dos coordenadores da campanha que levou o juiz aposentado ao segundo turno.

“São duas dimensões, a técnica e a política. Lógico que sempre pautei minha vida pela dimensão técnica, mas a política sempre é uma peneira. Fiz parte do projeto político do Odilon e acredito que tivemos sucesso. Acredito que, logicamente, isso foi considerado”, disse, reiterando que, embora tenha deixado o PDT, mantém a amizade com o juiz. “Todos nós somos amigos dele”.

Marquinhos afirmou que ele e Herbert só se encontraram pessoalmente uma vez, porém, recebeu muitos elogios sobre o técnico. “Ele exerceu um trabalho muito bom na Fapec, na União, e havia se licenciado. Esse período coincidiu com o pedido de saída do Malulei e acabei fazendo o convite”, disse o prefeito.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions