A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

12/12/2012 14:37

Expulso, Lídio diz que não fez campanha contra Bernal

Gabriel Neris
Vereador Lídio Lopes diz que não fez campanha contra o prefeito eleito Alcides Bernal (Foto: Divulgação)Vereador Lídio Lopes diz que não fez campanha contra o prefeito eleito Alcides Bernal (Foto: Divulgação)

O vereador Lídio Lopes, expulso pelo PP (Partido Progressista) por infidelidade partidária, afirmou que não fez campanha contra o prefeito eleito Alcides Bernal (PP), como acusa o partido. O parlamentar foi além e disse que nem se envolveu com o período eleitoral em Campo Grande.

“Fiz campanha no interior do estado, fiz o papel que ele (Alcides Bernal) deveria fazer”, argumenta Lídio Lopes.

O vereador terminará o mandato na Câmara Municipal de Campo Grande e deverá assumir a vaga do deputado estadual Paulo Duarte (PT), eleito prefeito de Corumbá, como primeiro suplente da coligação.

De acordo com a legenda, a decisão de expulsão foi tomada porque teria caracterizado violação ao Código de Ética nos casos. O parlamentar não teme perder a cadeira na Assembleia por ser acusado de infidelidade. “Não houve infidelidade, até porque o partido está me expulsando. Vejo isso como armação política”, classificou.

O parlamentar afirmou que teve conhecimento de sua expulsão através da imprensa e que não foi oficializado pelo partido. Lídio também diz que não houve apresentação de defesa e pretende acionar a justiça para continuar no partido.

Além do vereador Lídio Lopes também foram expulsos do partido o diretor presidente da Emha (Empresa Municipal de Habitação), Paulo Matos, e o candidato a vereador, em Campo Grande, Pedro Antunes Braga.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions