A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Agosto de 2017

26/02/2014 15:39

Fábio Trad é eleito vice-presidente da Comissão de Constituição da Câmara

Kleber Clajus
Parlamentar foi indicado pelo PMDB para compor vice-presidência de Comissão que define o que irá ou não tornar-se lei (Foto: Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados)Parlamentar foi indicado pelo PMDB para compor vice-presidência de Comissão que define o que irá ou não tornar-se lei (Foto: Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados)

O deputado federal Fábio Trad (PMDB) foi eleito, nesta quarta-feira (26), 2º vice-presidente da CCJC (Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania), na Câmara de Deputados, em Brasília (DF). Indicado pelo partido, o parlamentar sul-mato-grossense ressalta que o desafio neste ano é “ter produtividade com qualidade”, uma vez que a Copa do Mundo e as eleições devem impactar os trabalhos no Congresso.

“A vice-presidência da CCJC é importante para o Estado porque amplia o espaço político. É a única que vota em caráter terminativo e tem a prerrogativa de decidir se um projeto vai ou não se converter em lei. O desafio está em mobilizar e dinamizar a agenda legislativa em um ano que vai expor com muito mais visibilidade as demandas reclamadas pela população”, explica Trad.

Indicado pelo PMDB, que possui a segunda maior bancada na Câmara Federal, o deputado sul-mato-grossense ressalta que vai agir “com humildade e sentido de responsabilidade pela magnitude da missão”. Isso porque a CCJC é hoje a maior Comissão da Casa, sendo composta por 66 deputados titulares. Em sua presidência está o deputado Vicente Candido (PT/SP).

Na pauta deste ano, devem passar pela Comissão propostas que alteram a Lei das Licitações e tratam da reforma política, código penal, além da simplificação do sistema tributário.

Votação – A eleição para a mesa diretora da CCJC, antes feita por cédulas de papel, foi substituída para forma eletrônica, a fim de agilizar o processo de apuração e garantir que o resultado possa ser acompanhado em tempo real no painel eletrônico.

O sistema entrou em vigor em agosto de 2013 para registrar a presença de parlamentares e, a partir de novembro, para votações da Comissão.

Para Trad, o modelo eletrônico garante economia de tempo e permite que os membros da CCJ possam se dedicar mais a discussão das matérias em análise.

A perspectiva da Câmara dos Deputados é estender o processo, até o fim do ano, para eleições e votações em plenário das 16 comissões existentes.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions