A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

16/09/2013 12:13

Fábio Trad marca reunião com Temer para discutir mudanças no código penal

Leonardo Rocha
Deputado irá levar integrantes de campanha contra impunidade em Brasília (Foto: Cleber Gellio)Deputado irá levar integrantes de campanha contra impunidade em Brasília (Foto: Cleber Gellio)

O deputado federal Fábio Trad (PMDB) marcou para o dia 25 de setembro, uma reunião com o vice-presidente da república, Michel Temer (PMDB), para discutir mudanças no código penal brasileiro, com aplicação de penas mais “duras” e “rígidas” em crimes de maior crueldade. O deputado irá acompanhado por integrantes da campanha “Pelo Fim da Impunidade” que conseguiu coletar 32 assinaturas em Mato Grosso do Sul.

Trad ressaltou durante evento hoje no Comando Geral da Polícia Militar, que nesta reunião irá explicar os objetivos da campanha e apresentar as assinaturas colhidas no Estado. “Vou advogar por estas bandeiras, não será apenas uma visita de rotina e sim uma forma para que o governo federal veja o que está sendo desenvolvido em todo país”, destacou ele.

De acordo com o deputado, depois desta audiência o grupo segue para Câmara dos Deputados, onde irão se encontrar com o presidente da Casa, o deputado federal Henrique Alves (PMDB-RN) e depois a Comissão da Reforma do Código Penal. “Sou membro titular e vice-presidente da comissão, temos que lutar por uma lei que tenha poder de intimidação aos bandidos e que também valorize os profissionais da segurança”, ressaltou ele.

Fábio ainda afirmou ser defensor da PEC 300 que regulamenta o piso salarial dos policiais em todo país. “Têm policiais militares em Rondônia que recebem R$ 800,00 e no Distrito Federal chega a R$ 4.500,00, a diferença é grande, a União precisa ter um fundo para minimizar este desequilíbrio e não trazer impactos para as contas dos Estados”, revelou.

Apoio - Rubens Silvestrini, pai do adolescente Breno Silvestrini que foi vítima da violência, e faz parte da campanha “Pelo Fim da Impunidade”, destacou que o deputado “estendeu as mãos” ao movimento e que espera que os políticos tenham consciência da situação da violência no país. “Eles parecem que enxergam o país de cima, fui a Brasília no mês passado e ouvir várias propostas que não chegam a lugar nenhum, vamos ver se algo muda agora”, destacou ele.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions