ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, QUARTA  22    CAMPO GRANDE 34º

Política

Felipe Orro diz que PDT pode fazer parte da gestão de Bernal

Por Leonardo Rocha | 12/12/2013 08:08
Deputado admite conversa com Bernal e espera absolvição de Pedra (Foto: Divulgação)
Deputado admite conversa com Bernal e espera absolvição de Pedra (Foto: Divulgação)

O deputado estadual Felipe Orro (PDT), afirmou que seu partido pode fazer parte da gestão do prefeito Alcides Bernal (PP), já que recebeu convite do secretário de Governo, Pedro Chaves, e deixou para direção estadual do PDT decidir se irá fazer parte da administração.

“Fomos convidado pelo secretário (Pedro Chaves) e nós devemos continuar esta conversa, existe a possibilidade, temos vários nomes em potencial que podem contribuir com a prefeitura”, destacou o pedetista.

De acordo com o deputado, uma das pastas que o PDT pode assumir é a EMHA (Empresa Municipal de Habitação), mas que outras possibilidades podem aparecer. “Já foi apontada esta secretaria, mas ainda estamos em fase de conversa”.

Confiança – Orro também confia na absolvição do vereador Paulo Pedra (PDT) no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para o partido continuar com representação na Câmara Municipal.

“Apesar da decisão do TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de MS), acreditamos que o (Paulo) Pedra irá reverter esta situação no TSE e esperamos que ele consiga já uma liminar para continuar suas atividades no legislativo”, ressaltou ele.

O vereador Paulo Pedra teve seu mandato cassado na última segunda-feira (10) pelo TRE-MS devido à acusação de compra de votos na eleição do ano passado. Junto com ele, os vereadores Delei Pinheiro (PSD), Thais Helena (PT) e Alceu Bueno (PSL) também foram cassados pelo mesmo motivo.

A Justiça Eleitoral deverá fazer a recontagem dos votos para a substituição dos cargos na Câmara Municipal através de suplentes.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário