A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

07/03/2014 10:20

Governador diz que colará sapatos para não sair candidato neste ano

Edivaldo Bitencourt e Leonardo Rocha
O peemedebista diz que vai resistir a pressão dos aliados para sair candidato (Foto: Cleber Gellio)O peemedebista diz que vai resistir a pressão dos aliados para sair candidato (Foto: Cleber Gellio)

Após insinuar que poderia mudar de opinião, o governador André Puccinelli (PMDB) afirmou, nesta sexta-feira (7), que não é candidato a senador nas eleições deste ano. Ele disse que vai “colar o sapato” na Governadoria para não deixar o cargo e concluir o mandato em dezembro deste ano.

“Eu vou colar meu sapato e minha meia para não sair do Governo”, afirmou. No entanto, o peemedebista admitiu a pressão do PMDB para renunciar ao cargo no dia 6 de abril e disputar reforçar a chapa majoritária para disputar a candidatura a governador de Nelson Trad Filho.

Ontem, no Hospital Regional de Mato Grosso do Sul Rosa Pedrossian, Puccinelli insinuou que mudou de idéia e irá disputar o cargo de senador.

Hoje, ele voltou a falar sobre o assunto e deixou claro que apóia a vice-governadora Simone Tebet. Puccinelli disse que aposta nos novos para disputar o Senado e o Governo. “Eles têm muito a contribuir”, destacou.

E aproveitou para cutucar o principal adversário do partido nas eleições deste, o senador Delcídio do Amaral (PT), cotado para disputar o Governo pelo PT. “O Delcídio participou do Governo do Itamar Franco, foi ministro por seis meses e ainda diretor de gás e energia da Petrobras”, contou.

“Eu só saio candidato a senador se os 79 prefeitos vierem me pedir”, contou. Em seguida, riu e disse que essa hipótese é impossível, já que tem os prefeitos de oposição.



pois é uma pena seria o meu candidato .
 
SOLANGE MARIA DO PRADO LINS VIANNA em 07/03/2014 12:36:09
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions