A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

08/10/2012 12:21

Governador garante que Marun não volta à Assembleia para ameaçar PSDB

Fabiano Arruda e Luciana Brazil
Governador André Puccinelli garante que não adotaria manobra. Governador André Puccinelli garante que não adotaria manobra.

O governador André Puccinelli (PMDB) garantiu, nesta segunda-feira, durante agenda pública na Governadoria, que o deputado estadual licenciado e secretário estadual de Habitação, Carlos Marun, não retornará à Assembleia Legislativa para causar algum tipo de ameaça ao PSDB na costura por alianças ao segundo turno, que tem Edson Giroto (PMDB) e Alcides Bernal (PP) na disputa.

Isso porque caso Marun voltasse à Casa de Leis, os tucanos perderiam um deputado, que é Rinaldo Modesto, primeiro suplente da coligação, que ocupa a cadeira pertencente ao peemedebista.

“Não fiz isso no primeiro momento (quando Reinaldo Azambuja lançou candidatura) e não faria agora. Falaram muito que o André ia fazer isso ou aquilo. Isso é mesquinharia”, retrucou.

Sobre os resultados das eleições, o chefe do Executivo Estadual disse que já esperava que Giroto e Bernal fossem para o segundo turno. Segundo ele, a grande surpresa foi a votação de Reinaldo Azambuja. “Tinha chutado que seria 39% (Bernal), 29% (Giroto) e 18% (Azambuja)”.

Perguntado se tem condições de identificar os erros da campanha do PMDB no primeiro turno, Puccinelli admitiu que existiu um “multiplicidade de fatores”, que influenciaram no resultado. “O que preponderou ninguém sabe dizer”, frisou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions