A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

15/03/2017 17:10

Governo de MS discute parcerias em momento de industrialização do Paraguai

Lucas Junot
Da esquerda pra direita, Jaime Verruk, Rose Modesto, o empresário paraguaio, o vice-prefeito de Ponta Porã, Caio Augusto e Eduardo Riedel (Foto: Leca/Divulgação)Da esquerda pra direita, Jaime Verruk, Rose Modesto, o empresário paraguaio, o vice-prefeito de Ponta Porã, Caio Augusto e Eduardo Riedel (Foto: Leca/Divulgação)

A vice-governadora de Mato Grosso do Sul, Rose Modesto (PSDB), o secretário de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, o secretário de Meio Ambiente e de Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck, o vice-prefeito de Ponta Porã, Caio Augusto e empresário do Paraguai discutiram, nesta quarta-feira o fomento da parceria entre os dois países no momento de industrialização do Paraguai.

Na ocasião foram apresentadas plantas comerciais de empreendimentos do lado paraguaio. A industrialização do Paraguai pode contribuir ainda com a geração de emprego para brasileiros situados na faixa de fronteira e ainda avançar em questões de desenvolvimento social alavancando o combate a crimes como contrabando, tráfico de drogas e de armas.

“Esta é uma oportunidade bastante importante para desenvolvimento econômico dos dois lados da fronteira, o que consequentemente alavanca desenvolvimento social. A contribuição entre os países é fundamental para que os dois avancem”, apontou a vice-governadora.

Por meio do programa “Fomentar Fronteiras” o Governo do Estado vem construindo parcerias internacionais. No caso específico do Paraguai, o avanço do país vizinho vem registrando crescimento anual de 7%. “Temos muitas indústrias e empresas migrando para solo paraguaio e entre os objetivos está estruturar, por exemplo, uma rede de distribuição em Mato Grosso do Sul para também ampliarmos as nossas parcerias comerciais internacionais”, destacou o secretário Verruck.

Uma agenda de trabalho está em curso para intercâmbio entre empresários e autoridades dos dois países. “Creio que o grupo precisa estar articulado tanto do Paraguai quanto nós do Brasil, aqui em Mato Grosso do Sul, em prol dessa agenda de trabalho”, apontou o secretário Riedel.

Na mesa, pela primeira vez, a prefeitura de Ponta Porã, representada por seu vice, terá o papel de regionalizar as ações estratégicas. “Essa é uma parceria que interessa para os dois lados da fronteira e Ponta Porã vai auxiliar nessa construção e execução de políticas econômicas”, acrescentou o vice-prefeito, Caio Augusto.

Ainda tem o que entregar sobre Michel Temer em delação, diz Funaro
O corretor de valores Lúcio Bolonha Funaro, preso na Papuda, em Brasília, disse nesta quarta (16) que "ainda tem" o que entregar sobre o presidente M...
Sem consenso, Câmara adia votação da reforma política
Sem consenso e diante de muita polêmica, o plenário da Câmara dos Deputados adiou na noite desta quarta-feira (16) a votação do texto-base de parte d...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions