ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEGUNDA  25    CAMPO GRANDE 28º

Política

Governo promete plano de incentivo aos motoristas de aplicativo

Pautas de isenção de IPVA, incentivo para utilização de GNV e diminuição de taxas no Detran foram levantadas

Por Jhefferson Gamarra e Caroline Maldonado | 16/09/2021 12:56
Motorista de aplicativo durante percurso em rua de Campo Grande. (Foto: Arquivo)
Motorista de aplicativo durante percurso em rua de Campo Grande. (Foto: Arquivo)

Governo de Mato Grosso do Sul recebeu na manhã desta quinta-feira (16), representantes do movimento de motoristas de aplicativos para discutir medidas de incentivo para a categoria, que foi prejudicada durante a pandemia da covid-19.

De acordo com o Sindimob-MS (Sindicato dos Motoristas de Aplicativo e Mobilidade Urbana), apenas em Campo Grande, cerca de 5 mil motoristas abandonaram a atividade no último ano, estimativa do sindicato aponta que apenas 2 mil motoristas continuam trabalhando na Capital.

Reunião para levantar pautas de incetivo para motoristas de app e taxistas, realizada na manhã de hoje. (Foto: Chico Ribeiro)
Reunião para levantar pautas de incetivo para motoristas de app e taxistas, realizada na manhã de hoje. (Foto: Chico Ribeiro)

Na reunião, foram discutidos incentivos estaduais para a transformação de veículos convencionais em GNV (Gás Natural Veicular), redução de taxas do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) e isenção de IPVA (Imposto sobre a propriedade de veículos automotores) de carros cadastrados em aplicativos. As medidas também se estenderiam a classe de taxistas.

"Montamos um grupo de trabalho que rapidamente vai criar uma política estadual em apoio a todo esse segmento para fortalecer a categoria, gerar oportunidades e, principalmente, devolver renda aos motoristas, além de dar mais competitividade à atividade econômica", adiantou o governador Reinaldo Azambuja.

Presente nas tratativas, o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), ressaltou que os profissionais estão enfrentando dificuldades para continuar oferecendo o serviço. “Hoje, o ganho dos motoristas está em torno de 10 centavos por quilômetro, ou seja, quando roda 20 quilômetros ganha 2 reais", calculou o prefeito.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário