A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 24 de Março de 2019

12/11/2018 13:18

Governo enviará "pacote" de projetos, mas nada polêmico, diz Riedel

Secretário diz que governo vai enviar projetos para Assembleia para "avançar" pautas dentro das secretarias

Leonardo Rocha
Deputado Felipe Orro (PSDB) ao lado do secretário Eduardo Riedel, no auditório da Governadoria (Foto: Leonardo Rocha)Deputado Felipe Orro (PSDB) ao lado do secretário Eduardo Riedel, no auditório da Governadoria (Foto: Leonardo Rocha)

O secretário estadual de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, reconheceu que o governo vai enviar à Assembleia, um “pacote de projetos” neste final do ano, no entanto garante que não haverá “nada polêmico”, apenas matérias para “avançar” projetos e programas estaduais.

“Vamos sim enviar vários projetos, alguns ajustes para avançarmos algumas pautas, mas nada que seja polêmico neste fim de ano”, disse o secretário, durante evento no auditório da Governadoria. Riedel reafirmou que não tem nenhuma “reforma administrativa” pela frente e sim apenas “mudanças pontuais” para o segundo mandato de Reinaldo Azambuja (PSDB).

Riedel não adiantou que projetos serão enviados para Assembleia, no entanto tais matérias já são esperadas pelos deputados, tanto que eles já se organizam internamente, para “limpar a pauta” das propostas do próprio legislativo, para não acumular trabalho nos últimos meses (dezembro), quando chegam as matérias do governo estadual.

O presidente da Assembleia, Junior Mochi (MDB), inclusive revelou que vai “acelerar o ritmo” das votações, para que as pautas não se acumulem, neste final de legislatura. Ele até vai entrar em contato com os poderes (Judiciário, Executivo, Ministério Publico e Defensoria), para saber que demandas vão chegar neste fim de ano.

Mochi também adiantou que as propostas de “consenso” serão colocadas na frente para as votações, enquanto que as “polêmicas” vão precisar de debate e discussão. Os deputados também entendem que eventuais “mudanças administrativas” devem chegar neste final do ano, para estarem em vigor a partir de janeiro.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions