A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

03/04/2018 14:39

Riedel diz que fica no governo para continuar ações no Estado

Secretário de Governo era um dos cotados para disputar uma vaga no Senado

Mayara Bueno
Secretário de Governo, Eduardo Riedel. (Foto: Divulgação/Arquivo).Secretário de Governo, Eduardo Riedel. (Foto: Divulgação/Arquivo).

O secretário de Governo de Mato Grosso do Sul, Eduardo Riedel, disse, por meio de nota oficial, que decidiu permanecer na administração para continuar com as "ações voltadas ao desenvolvimento do Estado".

Até então, ele era um dos nomes cotados para disputar uma vaga de senador. Contudo, nesta terça-feira (dia 3), o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), anunciou que o secretário de Infraestrutura, Marcelo Miglioli, será quem disputará o espaço no Senado. 

"Depois de refletir muito e analisar qual seria a melhor maneira de continuar contribuindo para que nosso Estado supere a crise e volte a crescer com sustentabilidade e distribuição de renda, tomei a decisão de permanecer à frente da Secretaria de Estado de Governo e Gestão Estratégica (Segov)", reforçou Riedel em nota.

De acordo com o titular, o compromisso no governo será pela manutenção de ações voltadas "para o desenvolvimento, que mostram um jeito diferente de fazer as coisas, com um estado mais enxuto e bem gerido, focado nas pessoas".

Eduardo Riedel chefia a secretaria de Governo desde 2015, quando Reinaldo Azambuja assumiu o governo. A secretaria comandada pelo titular tem função estratégica. "O legado destes quatro anos, no qual enfrentamos momentos difíceis e tivemos de tomar decisões duras, é um Mato Grosso do Sul fortalecido, com mais oportunidades para a população".

Anúncio - Azambuja anunciou o nome de Marcelo Miglioli como candidato ao Senado durante a ato de filiação do deputado Paulo Corrêa, que deixou o PR, ao PSDB. O governador disse que o então secretário de Infraestrutura terá papel importante no projeto político dos tucanos.

Marcelo precisa se licenciar do cargo até 7 de abril, de acordo com o que determina legislação eleitoral.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions