A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Agosto de 2017

26/06/2015 11:10

Governo tucano tem departamento e trabalho efetivo nas redes sociais

Leonardo Rocha
Rdorigo Mendes ressaltou que as redes sociais estão entre as ferramentas de comunicação do governo estadual (Foto: Marcos Ermínio)Rdorigo Mendes ressaltou que as redes sociais estão entre as ferramentas de comunicação do governo estadual (Foto: Marcos Ermínio)

o subsecretário de Comunicação do governo, Rodrigo Mendes, ressaltou que a atual gestão tem priorizado ações em diferentes áreas da comunicação, inclusive nas redes sociais, onde tem um departamento que cuida para produzir a melhor imagem e informação do governo e do mandato de Reinaldo Azambuja (PSDB).

“Temos um departamento apenas para esta finalidade, uma equipe que hoje conta com seis pessoas, mas poderemos ampliar. Temos inclusive planos de no futuro terceirizar este serviço, para que exista até mais ações. Se trata de uma ferramenta importante para comunicação do governo”, disse ele, durante encontro de vereadores, na Assembleia, onde ministrou palestra sobre "marketing político".

Rodrigo explicou que desde o início da gestão tucana a primeira ação foi profissionalizar toda equipe de comunicação, com vários departamentos e cada um tendo um foco específico, seja de jornalismo, redes sociais, marketing e comunicação interna. “Cada um tem sua linguagem própria, onde exigimos resultados”.

Ele ainda ressaltou que na atual gestão existe uma preocupação com o “protagonismo do cidadão”, para que sempre tenha como prioridade o que as ações do governo interferem e geram benefício no dia a dia da população. “Sabemos que todo este trabalho precisa de integração das mídias”.

Rodrigo explicou que no contato com os meios de comunicação, desde o início defendeu uma relação harmoniosa de “verdade e ética”, para que a mensagem chegue a população da melhor forma possível.

Ataques – O subsecretário de Comunicação comentou que o uso de redes sociais por políticos para atingir adversários se trata de algo que não tem resultados e tem vida curta.

“Não acredito que tenha eficácia, o fake tem vida curta, nós por exemplo conseguimos muitas ações na Justiça Eleitoral contra esta prática na campanha passada, temos que formar opinião, fazer com que novas pessoas nos sigam, não promover estes atos”.

Câmara adia de novo votação da PEC que cria distritão e fundo eleitoral
Após várias tentativas de votação nesta terça-feira (22), a análise da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 77/03, que altera o sistema político-e...
Câmara aprova parcelamento de dívidas de Estados e municípios com o INSS
A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta terça-feira, 22, em plenário, a medida provisória 778/2017, que permite Estados e municípios parcelarem...
Votação da PEC do fim das coligações será retomada nesta quarta-feira
A Comissão Especial da PEC 282/2016, que propõe o fim das coligações partidárias e estabelece cláusula de barreira, teve que suspender o processo de ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions