A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 16 de Agosto de 2017

08/04/2015 19:48

Grazielle chama Ruiter de deselegante por estar "de olho" em sua vaga

Daniel Machado
Deputada informou que tirará apenas 15 de licença-maternidade e que voltará 15 dias após o nascimento do bebê. (Foto: Facebook/Reprodução)Deputada informou que tirará apenas 15 de licença-maternidade e que voltará 15 dias após o nascimento do bebê. (Foto: Facebook/Reprodução)

A deputada estadual Grazielle Machado (PR) publicou hoje (8) à tarde em sua página oficial no Facebook uma resposta a recentes comentários do ex-prefeito de Corumbá, Ruiter Cunha.

Em entrevista, o político do Partido dos Trabalhadores disse ontem que considerava a possibilidade de deixar do PT e que a melhor proposta seria a do partido da deputada Grazielle, justamente para substituí-la em um possível afastamento da filha do ex-deputado Londres Machado.

De acordo com a deputada, Ruiter “está de olho” no seu mandato e foi deselegante ao sugerir que ela está se afastando da política por conta da gravidez de risco. Disse também que tirará apenas 15 de licença e que voltará 15 dias após o nascimento do bebê.

Leia a nota na íntegra:

“Foi publicado em alguns jornais e dito de forma deselegante "até" pelo suplente sr. Ruiter (que tá de "olho" no meu mandato), que estou me afastando do cargo de deputada, que o povo me deu, devido a minha gravidez. A verdade é: a partir de hj, estarei 15 dias em licença por recomendação médica, depois volto aos meus trabalhos. E, quando o bebê nascer, volto em 15 dias para o mandato, já que não tenho direito a licença maternidade. O gabinete tá aberto e nosso trabalho continua. Estou nas mãos de Deus e não nas mãos de homens! Faltam 7 semanas para o bebê nascer, orem por mim”!




Quando destas substituições de políticos sempre me pergunto o porque da pressa, em qualquer empresa ou órgão diverso do legislativo caso alguém saia de licença, morra ou troque de carreira não se vê a urgência em se colocar outra pessoa no lugar, vemos o caso da vaga deixada pelo ministro Joaquim Barbosa a quantos meses está vaga?, agora o que não entendo é isto um vereador ou deputado tira uma licença de 30 dias e já se nomeia o suplente.
 
Marco em 09/04/2015 07:47:16
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions