A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Agosto de 2017

26/01/2015 14:48

Grupo convoca protesto contra alta de impostos no dia da visita de Dilma

Edivaldo Bitencourt
Dilma durante posse do presidente da Bolívia, Evo Morales (Foto; Arquivo/Presidência da República)Dilma durante posse do presidente da Bolívia, Evo Morales (Foto; Arquivo/Presidência da República)

Um grupo está organizando um protesto contra o aumento de impostos para recepcionar a presidente da República, Dilma Rousseff (PT), em Campo Grande. O ato vai ocorrer na próxima terça-feira (3), quando a petista vem para inaugurar a primeira Casa da Mulher Brasileira.

Os manifestantes estão organizando a manifestação pela internet, da mesma forma que ocorreu em junho de 2013 e conseguiu levar cerca de 60 mil pessoas às ruas da Capital.

Desta vez, dos 36 mil convidados, 2,9 mil já confirmaram presença no protesto, que deverá ocorrer a partir das 10h na Avenida Duque de Caxias e a 200 metros do Aeroporto Internacional de Campo Grande.

O ato é chamado de “Chega de Impostos”. Eles vão protestar contra as últimas medidas do Governo federal, que elevou o preço dos combustíveis, deve reajustar a conta de luz em até 40%, autorizou o reajuste na taxa básica de juros na economia (12,25%) e restringiu os direitos trabalhistas, como seguro desemprego, abono e pagamento de pensão. Também citam a corrupção na Petrobras e a inflação.

Dilma virá a Campo Grande pela primeira vez após a posse para o segundo mandato. Além de enfrentar protestos, ela deverá reunir adversários, como o senador Delcídio do Amaral (PT) e o governador Reinaldo Azambuja (PSDB).




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions