A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

29/06/2009 10:45

Grupo pressiona para que TRE casse prefeito de Sapucaia

Redação

Moradores de Coronel Sapucaia realizam protesto em frente ao TRE/MS (Tribunal Regional Eleitoral), em Campo Grande, para cobrar que a corte mantenha a cassação do prefeito eleito Rudi Paetzold (PMDB). No último dia 21 de maio, ele foi cassado por decisão do juiz eleitoral Thiago Nagasawa Tanaka, após denúncia de compra de votos.

O comando da cidade foi repassado ao presidente da Câmara, o vereador Celso Cabral (PP). Porém, Rudi Paetzold recorreu e voltou à prefeitura. Maria Seloir Cabral, irmã do vereador Celso Cabral e dirigiu o hospital da cidade, explica que cerca de cem pessoas saíram de Coronel Sapucaia por volta da meia-noite, em dois ônibus.

Em panfletos distribuídos, os manifestantes divulgam uma reportagem com a informação de que um acerto milionário vai poupar Rudi Paetzold.

De acordo com Maria, o grupo é formado por aposentados e donas de casas que se dispuseram a pagar R$ 30 pela passagem até Campo Grande. Ela afirma que o protesto não é custeado por políticos.

"A impunidade é muito evidente na cidade. Queremos que a Justiça faça valer a decisão da autoridade local. Para não virar terra de ninguém", justifica. De acordo com Maria Cabral, um prefeito eleito por compra de voto não terá compromisso com a população.

O julgamento de Rudi Paetzold teve início no último dia 22, com a previsão de ser retomado nesta segunda-feira. Munidos com faixas, o grupo pretende ficar no TRE/MS até 17h. "Se ele for livrado, vamos colocar nariz de palhaço e voltar para a casa".

Acusado

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions