A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

14/04/2015 09:06

Grupo protesta no aeroporto contra projeto que facilita terceirizações

Kleber Clajus
Mandetta conversou com manifestantes durante embarque nesta manhã para Brasília (Foto: Repórter News)Mandetta conversou com manifestantes durante embarque nesta manhã para Brasília (Foto: Repórter News)

Grupo de cerca de 30 sindicalistas protestou, nesta terça-feira (14), no Aeroporto Internacional de Campo Grande contra seis deputados federais que votaram favoráveis ao Projeto de Lei 4330/04, que facilita a terceirização de trabalhadores.

A intenção era abordar os parlamentares no momento de embarque para sessões em Brasília (DF). Na lista estavam Luiz Henrique Mandetta (DEM), Elizeu Dionizio (SD), Tereza Cristina (PSB), Geraldo Rezende (PMDB), Carlos Marun (PMDB) e Dagoberto Nogueira (PDT). Os dois primeiros passaram pelo saguão, porém apenas o democrata conversou com os manifestantes. Já os petistas Zeca e Vander Loubet, contrários a medida, demonstraram apoio ao movimento.

O senador Waldemir Moka (PMDB) também foi abordado na ocasião e assegurou aos sindicalistas discussão mais ampla para não se abrir brecha na legislação trabalhista para que se terceirize todo o serviço público.

Conforme o secretário geral do Sintss (Sindicato dos Trabalhadores em Seguridade Social de Mato Grosso do Sul), Ricardo Bueno, a intenção do movimento foi reforçar o aspecto negativo da lei que pode resultar na redução de salários e precarização dos empregos ao possibilitar as empresas subcontratar todos os serviços, hoje restritos a atividades secundárias como limpeza e manutenção.

Participaram da ação, com cartazes taxando os parlamentares de “inimigo dos trabalhadores”, representantes da CUT (Central Única do Trabalhador), além de sindicatos dos Correios, Bancários, Saúde, Embrapa, Enersul e Funasa.

Sindicato rebate procurador e defende proposta da terceirização
Com a aprovação do texto-base do PL (Projeto de Lei) 4330/04, que regulamenta a terceirização em empresas públicas ou privadas, Daniel Felício, presi...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions