A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

24/07/2013 12:18

Ignorando moradores, Bernal diz que decisão sobre cemitério será técnica

Zemil Rocha e Leonardo Rocha
Estudo técnico decidirá sobre Cemitério Santo Amaro, diz Bernal (Foto: Cleber Gellio)Estudo técnico decidirá sobre Cemitério Santo Amaro, diz Bernal (Foto: Cleber Gellio)

Os apelos de moradores do bairro Santo Amaro e do Residencial Flamingos contra a ampliação do Cemitério Municipal Santo Amaro para terrenos da Área do Papa não estão sendo levados em conta pelo prefeito Alcides Bernal (PP). Segundo ele, apenas a questão técnica está sendo considerada. "Sobre o Cemitério Santo Amaro estamos estudo técnico para avaliar se vamos ou não ampliar o Cemitério”, declarou.

Parte da Área do Papa foi desapropriada para ampliação do Cemitério Santo Amaro, o maior de Campo Grande, que estaria enfrentando o problema de falta de espaço para novos sepultamentos. O decreto do prefeito Alcides Bernal, publicado na edição de 12 de março deste ano do Diogrande (Diário Oficial do Município), desapropriou área de 91.926,69 metros quadrados.

A ampliação provocou protesto dos moradores do Residencial Flamingos, na Vila Sobrinho. A contrariedade dos moradores dos 706 apartamentos, com ofício e abaixo assinado, chegou à Câmara Municipal, que realizou audiência pública no dia 29 de abril, na qual surgiram propostas como implantação de sepulturas de gaveta, a fim de aproveitar melhor o espaço atual e mesmo de construção de outro cemitério na região das Moreninhas.

O presidente da Associação de Moradores do Bairro Santo Amaro, Oscar Mohr, criticou a ampliação do Cemitério Santo Amaro. “Essa desapropriação é um ato impensado da Prefeitura. Os moradores deveriam ter sido consultados, pois só quem mora lá sente o impacto dessa desapropriação”, disse no dia da audiência.

Comissão discute possível ampliação do cemitério Santo Amaro
A possível ampliação do cemitério Santo Amaro será discutida na Câmara Municipal de Campo Grande durante audiência pública realizada amanhã às 15h30 ...
Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...


Caro Sr. Luiz Alves, pensa assim dessa maneira pelo simples fato do cemitério não estar ao lado do seu quintal em pleno centro da cidade, o que se discute aqui são outras formas de se resolver esse problema de espaço, como por exemplo a construção de um crematório municipal, ou túmulos com vários gavetões.
 
Carlos Irineu Gonzales em 24/07/2013 15:31:03
Ele prefere investir no aumento do cemitério do que investir na Saude Publica.
Ele espera que morra muitos!... e que sera menos pessoas a cobrar competência
administrativa da parte dele. Há há há....se cuidam pessoal !...porque daqui a pouco
teremos muitas vagas no Cemiterio Santo Amaro.
 
Vera Lucia Dias em 24/07/2013 14:35:19
Cemitério é um lugar que todos irão, seja humilde ou arrogante. Não conheço cemitério em fazendas, todos são nas cidades. Tem coisa que nem dar para ver o povo reclamar, se todos usarão.
 
luiz alves em 24/07/2013 13:07:55
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions