A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

27/01/2009 07:57

Jerson diz que André não interferirá na escolha da CCJ

Redação

Um dia depois de apostar na substituição de Marcos Trad por Júnior Mochi (ambos do PMDB) na presidência da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), o presidente da Assembléia Legislativa, Jerson Domingos (PMDB), disse que a decisão não passará pelo governador André Puccinelli.

"Não há interferência do governador, em hipótese nenhuma. Ele não disse, nem tampouco deu demonstração disso", afirmou Jerson em entrevista nesta manhã à FM Capital.

Jerson defendeu que exista um revezamento no comando da comissão mais importante da Casa. Todas as matérias têm que passar pela CCJ, responsável por avaliar a constitucionalidade delas.

Em 2007, a presidência da comissão foi disputada por Mochi e Marquinhos. Mochi contava com o respaldo do governador André Puccinelli (PMDB), mas Marquinhos saiu vitorioso na disputa. O governador nunca declarou abertamente seu apoio a nenhum dos candidatos.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions