A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

15/04/2014 16:16

LDO prevê pela 1ª vez Orçamento superior a R$ 3 bilhões na Capital

Josemil Arruda
Olarte estimou na LDO crescimento acima da inflação para Campo Grande (Foto: Marcelo Victor)Olarte estimou na LDO crescimento acima da inflação para Campo Grande (Foto: Marcelo Victor)

O primeiro projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do prefeito Gilmar Olarte, que dispõe sobre os parâmetros para elaboração da lei orçamentária do exercício de 2015, prevê a superação histórica de R$ 3 bilhões em receita e despesa para o Município de Campo Grande. O secretário municipal de Planejamento, Finanças e Controle (Seplanfic), André Scaff, entregou o projeto, na tarde desta terça-feira (15), ao presidente da Comissão Permanente de Finanças e Orçamento, vereador Flávio César (PT do B).

Há na LDO para 2015 a previsão de um crescimento de 9,51% da receita e despesa, passando de R$ 2.990.000.000,00 (dois bilhões e novecentos e noventa milhões), neste ano, para 3.274.354.000,00 (três bilhões e duzentos e setenta e quatro milhões e trezentos e cinquenta e quatro mil) no próximo exercício. Ao contrário da LDO para 2014, que tinha caráter conservador, a atual é otimista, trazendo expectativa de crescimento de Campo Grande bem acima da inflação.

Os analistas do mercado financeiro elevaram ontem em 0,12% a previsão para a inflação no Brasil em 2014, até 6,47%, número próximo ao teto considerado como tolerável pelo governo (6,5%).

A primeira LDO de Alcides Bernal, cassado em 12 de março passado, previu um reajuste dez vezes abaixo da inflação e depois na elaboração e discussão do Orçamento na Câmara foi elevado em 6,8% em relação à peça orçamentária de 2013, que teve valor global de R$ 2,798 bilhões.

No projeto para 2015 enviado hoje à Câmara, Gilmar Olarte enfatiza como princípios básicos, entre outros, humanizar o atendimento na área da saúde, elevar os indicadores da educação, estabelecer políticas públicas que fortaleçam a ciência, tecnologia e inovação, além de qualificar o atendimento ao público em todos os órgãos da administração.

O presidente da Comissão de Finanças da Câmara, vereador Flávio César, informou que será dado conhecimento do projeto de LDO ao plenário na próxima sessão ordinária, nesta manhã de quarta-feira (16). Após publicação em Diário Oficial, os vereadores terão 15 dias para apresentar emendas ao projeto. “Depois, a Comissão terá cinco dias para detalhar as emendas e outros 20 dias para dar parecer à Mesa Diretora”, revelou Flavio.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions