A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Agosto de 2017

28/03/2015 17:26

Lei de incentivos fiscais deve favorecer regiões mais pobres do Estado

Mariana Rodrigues e Aline dos Santos, enviada especial a Coxim
Segundo Azambuja, Essa nova lei é para potencializar o crescimento das regiões consideradas mais pobres. (Foto: Marcelo Calazans)Segundo Azambuja, Essa nova lei é para potencializar o crescimento das regiões consideradas mais pobres. (Foto: Marcelo Calazans)

Durante vistoria de obras na cidade de Coxim, distante 260 quilômetros de Campo Grande, neste sábado (28), o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), disse que vai enviar à Assembleia Legislativa a Lei de Incentivos Fiscais que deve favorecer as regiões norte do Estado, além do Conesul e a fronteira.

Segundo o governador, o projeto deve atender as regiões mais empobrecidas do Estado, mudando sua realidade regional. “Se o Estado não tiver diferenciação regional, muitas vezes deixa umas regiões muito ricas e outras empobrecidas, o Estado tem que crescer por completo”, destacou.

Essa nova lei é para potencializar o crescimento das regiões consideradas mais pobres, porém, Azambuja informou ainda que não tem data prevista para encaminhar o projeto para a Assembleia Legislativa.

Ainda durante sua visita à Coxim, o governador adiantou que está discutindo com o grupo JBS, um dos maiores produtores de carne, tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos e Austrália,  a criação de uma linha de desossa e embalagens de carne no município. Essa nova linha deve gerar cerca de 300 novos empregos.

“Quando a lei de incentivo diferencia a regiões, a gente consegue destravar e potencializar o desenvolvimento”, disse.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions