A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

31/01/2014 13:07

Líder de protestos pró-Bernal ganha cargo com salário de R$ 4,4 mil

Kleber Clajus
Abílio, ao telefone, vai ter salário alto após comandar atos a favor de Bernal e contra os vereadores (Foto: Cleber Gellio /Arquivo)Abílio, ao telefone, vai ter salário alto após comandar atos a favor de Bernal e contra os vereadores (Foto: Cleber Gellio /Arquivo)

O presidente do MNLM (Movimento Nacional da Luta pela Moradia), Abílio César da Silva Borges, que comandou os protestos na Câmara Municipal contra a cassação do prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), ganhou um cargo com salário de R$ 4,4 mil na prefeitura da Capital. Ele foi nomeado, nesta sexta-feira (31), como assessor DCA-3 na Secretaria de Governo e Relações Institucionais.

De acordo com dados do SIC (Serviço de Informação ao Cidadão), o salário de um assessor especial III (DCA-3) é de R$ 2.772,46. Abílio ainda terá somada gratificação de representação como coordenador da Coordenadoria para Assuntos Comunitários e Sociais, o que acrescenta mais 60% ao vencimento. No total, a remuneração pode chegar a R$ 4.435,93. A nomeação é retroativa a 13 de janeiro. 

O líder dos sem-teto ressalta que a indicação é “uma conquista histórica dos movimentos sociais na Capital”. Nomes para o cargo teriam sido entregues a Bernal, depois de plenária dos movimentos no dia 11 de janeiro.

“Aceitamos com toda a tranquilidade porque a decisão de nomear ocorreu após o processo ser referendado pelos movimentos sociais e construído de forma coletiva. Já estamos fazendo reuniões com líderes comunitários e atendendo, provisoriamente, na Escola de Governo”, comenta Abílio.

Sobre o fato de ter sido um dos principais articuladores de manifestações na Câmara Municipal no ano passado, ele justifica que o movimento criado “possibilitou que a discussão em torno dos problemas da cidade, antes restrita a prefeito e vereadores, também incluísse os movimentos sociais organizados”.

A imparcialidade de Abílio é questionada por sua ligação com o chefe do Executivo, de quem participou do primeiro programa eleitoral no segundo turno, além de críticas contra vereadores da oposição.



Sr Regisnaldo Marin, o Nelsinho e concursado funcionário de carreira no estado.
 
JOSE GERALDO em 01/02/2014 10:02:26
Campo Grande merece o prefeitinho que tem, o cara pára a cidade, desfaz dos próprios funcionários municipais, não resolve as questões municipais já da sua gestão, sempre arruma um bode expiatório para culpar, só se meteu em coisas mau explicadas ou suspeitas, e o povo ta adorando, está achando que está certo. Cade o MP pra intervir nessa administração horrível, cade a cassação, RESPEITEM O MEU VOTO, eu não votei nessa sujeirada toda...
 
Paulo Silva em 01/02/2014 07:39:53
a proposito ainda existe a emha? ou também ta só em marcha lenta
 
samuel vosni em 31/01/2014 21:38:20
dignidade zero para esse cara, e seu preço es mui baixo, todo mundo tem seu preço por isso vivemos em um pais onde o errado es certo
 
joao gonçalves em 31/01/2014 20:37:38
Mais uma do Peralta...
 
Paulo Campos em 31/01/2014 20:04:41
Parabéns Urias Rochas e Valdeci Batista pelo comentario, porque o Abilio é muito competente e Merecedor.
 
santos filho em 31/01/2014 19:23:19
Isso sempre existiu e sempre vai existir apadrinhamentos , ao invés de valorizarem os funcionários concursados nada né
 
Anderson Pereira em 31/01/2014 17:47:03
Não sou a favor do Bernal, muito pelo contrario, mas acho que tá certo, é cargo de confiança, ele pode nomear quem ele quiser, parabens ao sortudo, quem disse que puxar saco não dá em nada?
 
MAXIMILIANO NAHAS em 31/01/2014 16:43:41
Todos os governantes tem "cargos de confiança" à sua disposição.
Me dizem:
O que Nelsinho está fazendo na administração estadual? E o Giroto, que deixou a legislatura para "apoiar" o chefe? Sendo assim, tá tudo normal, é como manda a regra.
 
Regisnaldo Marin em 31/01/2014 16:43:38
o bando de ignorante, depois querem protestar contra 0,20, outra coisa vamos fazer uma campanha DEIXA O HOMEM ROUBAR EM PAZ, e o povo ignorante ainda fala o que tem todo mundo rouba mesmo, cultura de povo pobre
 
nelson pereira em 31/01/2014 16:38:20
O Bernal está certo, os prefeitos anteriores faziam a mesma coisa!
 
Lidiane Maciel em 31/01/2014 15:48:36
Vamos lá! O que é um cargo de confiança? Bom, pra um bom entendedor cargo de confiança já diz tudo, são pessoas de confiança colocados em locais estratégico; esse rapaz por si só ja´demonstrou extrema confiança, e acho até pouco esse salário, pelo mobilidade que ele teve em favor do Bernal, já fica provado sua importância como interlocutor na prefeitura!!
Portanto, não é errado sua nomeação.
 
Urias Rocha em 31/01/2014 15:26:04
Como se algum assessor, da oposição ou não, trabalhasse de graça!
 
Lúcio Silva em 31/01/2014 15:25:16
isso ai é uma vergonha pra nos de campo grande mais é bom que este povo aprenda nunca mais colocar esses cara que vai pro radio ou tv achando que vai ganhar atraves do radio ou tv oferecendo cesta basica ou brinde acorda povo
 
noe francisco em 31/01/2014 15:10:18
Mas..... pra ter emprego na prefeitura não precisa fazer concurso ???? basta puxar a sardinha para alguém que ganha cargo ???? tem algo errado.....
 
Juraci Pavão em 31/01/2014 14:15:28
Conheço e admiro o Abilio, pois sempre foi defensor das causas sociais, fez e faz muito trabalho com carentes e os menos favorecidos. Nada mais justo que depois de tanto trabalho, tenha reconhecido trabalho, pois tem pessoas que nunca fizeram nada, e são fantasmas. alias o Abilio aparece e muito!!!
 
Valdecí Batista Santos em 31/01/2014 14:12:49
Como fala o apresentador da TV..."ISSO É UMA VERGONHA!!!!!!!".
 
GILBERTO PEREIRA em 31/01/2014 14:08:02
BERNAL ESTA CERTO, O CARA É DE CONFIANÇA.
QUERIAM QUE FOSSEM O IRMÃO DO XIQUINHO kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
 
adrielle pereira em 31/01/2014 13:39:34
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions