A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

15/10/2013 09:41

Líder dos protestos fica fora de sessão principal na Câmara Municipal

Leonardo Rocha e Cleber Gellio
Líder dos protestos fica para fora de sessão principal (Foto: Cleber Gellio)Líder dos protestos fica para fora de sessão principal (Foto: Cleber Gellio)

O líder dos protestos na Câmara Municipal, Abílio Borges, ex-cabo eleitoral do prefeito Alcides Bernal (PP) e atual presidente do Movimento Nacional de Luta pela Moradia, ficou fora da sessão de hoje na Casa de Leis, já que chegou atrasado no local e o auditório já comporta as 360 pessoas que poderão assistir aos trabalhos do legislativo.

Abílio esteve à frente dos protestos na Casa desde a primeira votação sobre a abertura de Comissão Processante contra Bernal que foi feita pelo Sisem (Sindicato dos Servidores Municipais de Campo Grande), que foi rejeitado pelos vereadores.

Ele é descrito pelos manifestantes como líder do grupo e sempre faz os pronunciamentos e declarações a imprensa. Na semana passada se reuniu com os vereadores para buscar uma “trégua” e decidiu que o grupo não iria “acampar” na Câmara como havia sido anunciado anteriormente.

Abílio participou do primeiro programa eleitoral de Bernal no segundo turno, mas se diz "imparcial". Ele ainda afirmou que seu movimento iria “mediar” o diálogo entre o prefeito e os vereadores, inclusive foi recebido por Bernal na última terça-feira e elogiado pela postura crítica aos vereadores.

Sessão – Os vereadores aguardam para iniciar a sessão que vai votar a possível abertura de Comissão Processante contra o prefeito Alcides Bernal (PP). Para que a investigação seja iniciada 20 vereadores devem aderir ao pedido, a base de apoio do prefeito garante que 14 a 15 parlamentares irão rejeitar o processo.

Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...


Afastamento já dos vereadores que estão sendo investigado pela justiça, deixa o homem trabalhar...
 
ELIDIO VICENTE PEREIRA FILHO em 15/10/2013 10:24:13
Abílio conhecemos seu trabalho e sua seriedade,assim como a de cada vereador,e com certeza vamos descontar tudo isso em 2014,já mais aceitaremos a imposição,mas que impere a vontade popular.
 
Osvaldo willian da silva em 15/10/2013 10:12:45
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions