A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 23 de Março de 2019

15/03/2019 08:25

Lideranças do MDB se reúnem para começar discussão sobre 2020

As lideranças querem organizar o partido no interior do Estado e Capital, além de definir o comando regional

Leonardo Rocha
Imagem de reunião de 2018 do MDB em Campo Grande (Foto: Arquivo)Imagem de reunião de 2018 do MDB em Campo Grande (Foto: Arquivo)

A direção estadual do MDB realiza hoje (15), a partir das 10h, a primeira reunião do ano. O encontro será na sede em Campo Grande. A intenção é já começar o planejamento para as eleições de 2020, visando fortalecer as bases no interior do Estado. Também será discutido o comando do partido, que no momento está com o ex-governador André Puccinelli (MDB).

Os resultados eleitorais do MDB no ano passado, em Mato Grosso do Sul, não foram bons, já que o partido não elegeu representante no Senado e nem na Câmara Federal. Já a bancada estadual foi reduzida de sete para três deputados. Na disputa estadual, o então candidato Junior Mochi (MDB) ficou apenas na terceira colocação.

O partido sofreu um revés uma semana antes convenção eleitoral, quando o então candidato ao governo, André Puccinelli, foi preso pela Polícia Federal, em nova fase da Operação Lama Asfáltica. Ele teve que desistir da candidatura, sendo substituído primeiro pela senadora Simone Tebet (MDB) e depois por Junior Mochi.

Comando – O deputado Renato Câmara (MDB), com apoio de Eduardo Rocha (MDB) e de Simone Tebet, colocou o nome a disposição para assumir o partido, inclusive sugerindo que as eleições marcadas para dezembro, fossem antecipadas para os próximos meses. A questão até chegou a ser ventilada, mas perdeu a força nas últimas semanas, em defesa da permanência de Puccinelli no comando estadual.

O deputado Márcio Fernandes (MDB) também divulgou que vai aproveitar a reunião, para colocar o nome à prefeitura de Campo Grande, em 2020. Ele entende que o partido preciso de candidatura própria e que o planejamento já deve iniciar. Eduardo Rocha (MDB) avalia que deve disputar as prefeituras, apenas quando o partido tiver cândidos fortes.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions