A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Agosto de 2017

15/03/2017 20:48

Lista de Janot com parlamentares e governadores tem 32 nomes revelados

Nyelder Rodrigues
Procurador geral Rodrigo Janot entregou lista na terça-feira ao STF (Foto: Lula Marques/AGPT/Arquivo)Procurador geral Rodrigo Janot entregou lista na terça-feira ao STF (Foto: Lula Marques/AGPT/Arquivo)

Os nomes de 22 políticos que estão na "Lista de Janot", relação de pessoas alvo de pedidos de investigação pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ao STF (Supremo Tribunal Federal), foram revelados nesta quarta-feira (15), em reportagem da TV Globo. Na terça (14), a lista com 83 pedidos foi entregue ao Supremo.

Conforme a emissora, que já tinha revelado 16 nomes na terça, pelo menos 170 pessoas foram citadas pelos delatores da empreiteira Odebrecht e da Braskem durante os depoimentos. Entre os nomes, há políticos sem e com foro privilegiado, incluindo governadores, ministros, senadores e deputados federais.

Um ministro do presidente Michel Temer (PMDB) faz parte da nova leva de revelações. No caso, é o ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira (PRB-RJ). Já entre os goveradores, há cinco nomes.

O alagoano Renan Filho (PMDB), filho do ex-presidente do Senado, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), encabeça a lista que tem ainda o carioca Luiz Fernando Pezão (PMDB), o mineiro Fernando Pimentel (PT), o acriano Tião Viana (PT) e o paranaense Beto Richa (PSDB).

Entre os parlamentares, figuram também nomes de vários partidos. Os senadores são Lindbergh Farias (PT-RJ), o irmão do governador acriano, Jorge Viana (PT-AC), Marta Suplicy (PMDB-SP) e Lídice da Mata (PSB-BA). Os deputados federais são Marco Maia (PT-RS), Andres Sanchez (PT-SP), Lúcio Vieira (PMDB-BA), José Carlos Aleluia (DEM-BA) e Paes Landim (PTB-PI).

Também há políticos sem foro privilegiado na lista, como o presidente da Fiesp, Paulo Skaf (PMDB-SP), o ex-deputado federal, que foi cassado, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e o ex-ministro de Temer, Geddel Vieira Lima (PMDB-BA).

Além destes, completam a lista o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), que está atualmente preso, os prefeitos de, respectivamente, Ribeirão Preto (SP) e Araraquara (SP), Duarte Nogueira (PSDB) e Edinho Silva (PT), e o ex-assessor direto da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), Anderson Dornelles.

Os políticos com foro privilegiado terão seus processos todos tocados pela Lava Jato no STF - no caso, o processo está nas mãos do ministro Edson Fachin -, enquanto os sem foro serão tratados na Justiça Federal comum, em Curitiba (PR), na ação que está sob responsabilidade do juiz Sérgio Moro.

Entre os nomes que já haviam sido revelados anteriormente, estão cinco atuais ministros de Temer, o presidente da Câmara Federal, o presidente do Senado e mais cinco senadores. A lista pode ser vista abaixo.

• Aloysio Nunes (PSDB-SP) - Ministro de Relações Exteriores
• Eliseu Padilha (PMDB-RS) - Ministro da Casa Civil
• Moreira Franco (PMDB-RJ) - Ministro da Secretaria-Geral da Presidência
• Gilberto Kassab (PSD-SP) - Ministro de Ciência e Tecnologia
• Bruno Araújo (PSDB-PE) - Ministro das Cidades
• Rodrigo Maia (DEM-RJ) - Presidente da Câmara
• Eunício Oliveira (PMDB-CE) - Presidente do Senado
• Edison Lobão (PMDB-MA) - Senador
• José Serra (PSDB-SP) - Senador
• Aécio Neves (PSDB-MG) - Senador
• Romero Jucá (PMDB-RR) - Senador
• Renan Calheiros (PMDB-AL) - Senador

Câmara vai homenagear 84 pessoas em sessão do aniversário de 118 anos
A Câmara Municipal de Campo Grande vai homenagear 84 pessoas em sessão solene na próxima quarta-feira (dia 23). Na ocasião, a partir das 19h, serão ...
Moreira Franco: MP das Rodovias dará segurança jurídica e resolverá problemas
O ministro da Secretaria Geral da Presidência, Moreira Franco, afirmou que a MP das Rodovias vai garantir condições de investimento nas concessões at...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions