A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

13/11/2013 10:02

Lula se queixa da burocracia para solucionar conflitos indígenas

Edivaldo Bitencourt e Leonardo Rocha
Lula deixa hotel após reunião com produtores ruraias (Foto: Marcos Ermínio)Lula deixa hotel após reunião com produtores ruraias (Foto: Marcos Ermínio)

O ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, está preocupado com os conflitos entre produtores rurais e índios em Mato Grosso do Sul. Boicotado pelos líderes do agronegócio, o petista reclamou, em reunião ontem à noite, da burocracia para solucionar o problema no Estado.

No encontro com o ex-governador Zeca do PT, o senador Delcídio do Amaral (PT) e o presidente regional eleito, Paulo Duarte, Lula lembrou que no seu mandato (2003-2010) buscou uma solução para a falta de terra para os índios, mas a solução emperrou na burocracia.

De acordo com Duarte, Lula defende o pagamento de indenização para os proprietários de áreas que venham a ser declaradas indígenas. No entanto, a medida depende de mudança na legislação, que só prevê o pagamento das benfeitorias nas áreas declaradas indígenas. A lei só pode ser alterada pelo Congresso Nacional.

Outro problema é que a indenização exige mudança no Orçamento Geral da União e a busca de novos recursos. Só em Mato Grosso do Sul, o MPF (Ministério Público Federal) estima que as indenizações das áreas consideradas indígenas supere R$ 1 bilhão.

Para Lula, conforme relato de Duarte, os dois lados, índios e produtores têm razão. Os fazendeiros devem ser indenizados porque eles não podem ser prejudicados por causa de um erro do Estado, que fez a doação das propriedades no século passado. “Precisamos corrigir um erro”, tem dito o ex-presidente, que também considera justa a luta dos índios.

Ex-presidente, durante evento em Corumbá, está preocupado com questão indígena em MS (Foto: Divulgação)Ex-presidente, durante evento em Corumbá, está preocupado com questão indígena em MS (Foto: Divulgação)

“É uma discussão que se trava há muitas décadas”, ressaltou Paulo Duarte, lembrando que a demarcação da área indígena Serra Raposa do Sol ocorreu no governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

Boicote – Lula considera importante que se priorize a solução para o conflito entre produtores rurais e índios em Mato Grosso do Sul. Apesar do boicote dos líderes ruralistas, ele recebe, neste momento, os representantes da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul) no Grand Park Hotel.

O presidente da Acrissul, Chico Maia, e o proprietário da Fazenda Buriti, Ricardo Bacha, já subiram para o encontro com o presidente. Bacha, que foi secretário estadual de Fazenda e candidato a governador do Estado em 1998, é dono da fazenda ocupada pelos índios e que teve uma morte durante uma tentativa de desocupação em maio deste ano. Os dois não quiseram falar com a imprensa antes do encontro.



Lula é mais um político hipócrita, como todos eu disse TODOS os políticos do Brasil, como sempre preocupado em aparecer nos holofotes da política podre e corrupta do nosso país.Nem ele e nenhum político estão preocupados com o povo brasileiro, muito menos com a questão indígena, estão preocupados sim em ganhar dinheiro, fazer acertos, para comprarem gado, apartamentos, fazendas, mulheres, se ele falasse isso, aí talvez acreditaria na fala de um político.Brasileiros leiam se informem e vamos derrubar esse regime de roubalheira, parem de se contentar com migalhas desses porcos, temos que nos unir, porque eles os porcos sujos, ladrões, os políticos melhor dizendo, são unidos, e nós povo, individualistas, achamos que estamos bem, acorda povo, vamos pra rua, pra mudar tudo que ta errado.
 
reginaldo barros nogueira em 13/11/2013 13:13:19
A Famasul divulgou nota informando que não participaria do encontro; mas compareceu mesmo assim. Eu já sabia. A Kátia Abreu deve ter ligado e dado uma bronca no Riedel, como ela sempre tem feito por aqui. NÃO ME REPRESENTAM.
 
Clodoaldo Marques em 13/11/2013 13:11:56
Para quem ontem estava boicotando o Lula, foi até bem arrumado o seu Chico Maia, não é mesmo ? Levou até o "dono da fazenda", como se fosse o único a ter problemas nas áreas em disputa. Falar até o loro de meu avô fala, mas na hora do vamos ver, a conversa muda como mostra a atitude da Acrissul. Será que os representantes dos ruralistas serão boicotados depois de contrariarem os encaminhamentos da classe ? Não duvido que eles saiam da reunião com umas estrelas vermelhas no peito e outro discurso para a imprensa. Como diria um grande advogado conhecido: "De bobo, esse pessoal só tem a cara e o jeito de andar."
 
Carlos Ferreira em 13/11/2013 11:06:19
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions