A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

16/04/2013 12:58

Maioria dos vereadores muda de opinião e, agora, defende PEC 37

Luciana Brazil
Gastaldi defende PEC e garantiu que categoria se fortalece com o discurso.Gastaldi defende PEC e garantiu que categoria se fortalece com o discurso.

Vereadores mudaram de opinião após receber a visita dos delegados e do presidente da Adepol (Associação dos Delegados de Mato Grosso do Sul), Fabiano Gastaldi, na manhã desta terça-feira, na Câmara. Na semana passada, os parlamentares apoiaram a PEC 37 (Proposta de Emenda Constitucional) na presença dos promotores de Justiça.

Na ocasião em que promotores estiveram no plenário, a maioria dos vereadores posicionou-se contra a Proposta de Emenda à Constituição, conhecida como PEC da impunidade. Na sessão de hoje, quase todos os parlamentares mudaram a opinião sobre o projeto. Delegados acompanharam a sessão e se manifestaram à favor da emenda.

A vereadora Luiza Ribeiro (PPS), uma das poucas a se posicionar contra à PEC na sessão de hoje, disse que a aprovação da emenda vai reduzir o poder do Ministério Público.

A proposta, feita pelo Congresso Nacional, pretende tirar o poder de investigação criminal do Ministério Público. Se aprovada, segundo os promotores, a emenda praticamente inviabiliza investigações contra o crime organizado, desvio de verbas, corrupção, abusos cometidos por agentes do Estado e violações dos direitos humanos. A medida torna exclusividade das policias Civil e Federal a investigação dos crimes.

Paulo Siufi (PMDB) frisou que a visita dos promotores, na semana passada, apontava que estes profissionais deixariam de atuar. Porém, a explicação do presidente da Adepol na sessão desta terça-feira, fez ele entender melhor o projeto. “Com a explicação do Fabiano (presidente), eu me convenci de que não se pode tirar o poder de quem não tem. O Ministério Público nunca teve poder de investigação”, disse convicto.

O vereador ainda relembrou a atuação da Polícia Federal, no caso mensalão, do Governo Lula. “A Polícia Federal não teve medo de colocar o dedo na ferida do mensalão e por isso demonstrou a capacidade de investigação”.

Delegados estiveram presentes na sessão. (Fotos:Marcos Ermínio)Delegados estiveram presentes na sessão. (Fotos:Marcos Ermínio)

Para Paulo Pedra (PDT), a PEC é da “legalidade e não da impunidade”. “Cada qual no seu quadrado”, defendeu o vereador. “Se for preciso o PDT vai à Brasília para firmar este compromisso”.

Na época e que os promotores estiveram no plenário, o vereador Carlos Augusto Borges (PSB), o Carlão, disse que ainda estava em dúvida sobre a proposta. “Hoje eu sei que o MPE deve cumprir sua função e a polícia a sua. Cada um tem que cumprir seu trabalho”.

Além da bancada do PSL e do PT, o presidente da Casa de Leis, Mario Cesar (PMDB), também se posicionou a favor da emenda e disse aos delegados que “contem com a Casa e com o obres vereadores”.

O presidente da Adepol aproveitou a ocasião para defender a PEC. “Hoje, aqui na Câmara, fortalecemos a democracia. "E é isso que esperamos do legislativo. Saímos fortalecidos, independente do resultado”.

Para Gastaldi, o Ministério Público está causando um debate político e midiático. “O MP estava falando inverdade”.

Maioria é contra PEC 37 que tira poder de investigação do Ministério Público
A maioria dos leitores do Campo Grande News é contra a aprovação da PEC 37 (Proposta de Emenda Constitucional) que acaba com o poder de investigação ...
Reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, diz Meirelles
A reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, de acordo com o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. A declaração foi dada na noite de...


Porque todos estão com medo do mp e porque até mesmo juízes tem medo do mp é preciso ser ao menos pensado...somente um poder superior é capaz de impingir medo em todos, um poder que não é fiscalizado por ninguém, isto parece perigoso, parece a volta da ditatura... se o mp continuiar investigando e ao mesmo tempo acusando, a violencia e a corrupção em nada vai diminuir, se isto fosse acontecer, já teria acontecido...é preciso talvez equipar as polícias, dar-lhes garantias e pessoal suficiente para desempenhar o seu importante papel e tudo o mais será garantido, paridade de armas entre acusação e defesa, maior proteção ao cidadão, menos surpresas a todos, menos despotismo, mais equilibrio, proporcionando que o próprio MP consiga fazer boas investigações na sede da ação penal e garantir conde
 
italo biancardi neto em 16/05/2013 22:48:15
somente tres paises do mundo o MPE e impedido de investigar, sao unganda, indonesia e sudao......absurdo isso!
 
daniela dias em 16/04/2013 23:46:52
Sr. Livino, creio que o poder de investigação criminal deva ser extendido as Defensorias Públicas e aos Advogados...para que possam angariar provas justamente como os promotores pretendem e já o fazem indevidamente...Vale lembrar que além dos países citados: Uganda, Quênia e Indonésia, está também a Inglaterra, e lá funciona muito bem...Tentem reclamar no MP das "bocas de fumo" ou dos furtos que ocorrem no seu bairro...vc não será nem recebido meu caro, eles só querem mídia. São excelentes atores globais...
 
Jair Lima em 16/04/2013 18:21:00
"Mudaram de opinião.."
kkkkkkk Depois não sabem porque a credibilidade está no chão!
No fundo se a PEC passar a população pode ficar tranquila... pois o GAECO passará a atuar no controle externo da atividade policial que AGORA os Delegados tanto falam que cabe ao MP (até então diziam que era indevido...mas 'mudaram de opinião'...).
Assim, a cada ato de improbidade e desvio de conduta dos doutos Delegados haverá um promotor para atuar, processar e agir contra essas má condutas!
Acho que será até bom: atrasou o IP: improbidade! Não investigou direito: improbidade! Fez corpo mole para privilegiar: improbidade! Foi conivente: improbidade! Abusou de direito: improbidade!
Inquérito contra vereador 'que muda de opinião', extrai-se cópia e IMPROBIDADE!
É isso!
Sempre há solução contra bandidos!
 
fernando martins em 16/04/2013 17:46:11
o dia que a policia civil que como reclamam tem o menor salario tiver condicoes e recursos de investigar, o dia que que o direito penal punir com severidade os crimes cometidos principalmente por servidores , o dia que o estado juntamente com esses vereadores que ganham muito para o que produzem se conscientizarem que o povo ta cansado de toda essa maracutaia . ai vamos aprovar a pec . caso contrario, deixemos o ministerio publico atuar ja que falatam recursos paraa policia investigar.
 
leonardo mussury em 16/04/2013 16:19:58
A pergunta que fica é: e quando a polícia cometer crimes ou abusos? Quem investigará a Polícia? O povo ficará na mão de uma polícia frágil, submissão ao poder executivo. É bom que os srs. vereadores saibam que até a CPI não poderão instaurar mais porque a atividade investigatória fica privativa da polícia. É mole? O Povo mais uma vez vai ficar sem pai e nem mãe.
 
Rildo Avellam Firmino em 16/04/2013 16:15:30
Se a PEC 37 passar o Brasil entrará no seleto grupo de países onde o Ministério Público não pode investigar: Uganda, Kênia e Indonésia. Como disse Arnaldo Jabour, estaremos bem acompanhados...rsrsrs
 
Ruiz Sanches Murtinho em 16/04/2013 16:11:21
Todos os vereadores votaram a favor da PEC? Vou acompanhar o voto do vereador a quem dei meu voto nas urnas. Tomara que ele não se venda...Aprovar a tal PEC é desejo do governo federal, para livrar os comparsas.
 
nilza caruso em 16/04/2013 16:08:47
Nós temos que aprender a lidar com o Brasil das "negociatas" mudo de opinião se me convém e não ao povo. Ah! e como me convém...
 
Wander Ferreira em 16/04/2013 16:01:04
Dr. Jair Lima, com todo o respeito, o Sr. deve ter faltado à aula na faculdade de direito onde se sabe que equilíbrio entre defesa e acusação é na Ação Penal e não em sede de Inquérito Policial, peça inquisitorial, onde não há contraditório e totalmente dispensável vez que o Ministério Público, se tiver provas na mão, pode intentar a ação penal.
 
Livino Sotomayor Barreira em 16/04/2013 15:59:14
é isso ai pessoal da pra ver como esta o nosso legislativo municipal apoio quem for la na camara, eles não tem direção quando o que quer, só na hora de falar mal do prefeito é que a maioria deles não muda, veja bem o pessoal que esta la..............o ministerio publico foi lá eles apoiara a causa, os delegados chegaram la mudaram de opinião e se o ministerio publico for de nova vai haver uma nova mudança e ai????????????????????????
 
paulo sergio pereira em 16/04/2013 15:54:22
Se Promotor de Justiça não investiga o que faz o GAECO há anos?

 
rafael carvalho em 16/04/2013 15:48:01
Vejam bem, caros leitores, as consequências da aprovação da PEC 37: ..."a emenda praticamente INVIABILIZA investigações CONTRA o crime organizado, DESVIO DE VERBAS, corrupção, abusos cometidos por agentes do Estado e violações dos direitos humanos. Ou seja, tiram os poderes conferidos ao Ministério público, que sempre funcionou muito bem na defesa de interesses coletivos. Estão querendo desmoralizar o Parquet, que é peça fundamental no combate a impunidade dos "grandes".
 
Adriano Humberto Ferreira de Souza em 16/04/2013 15:47:25
...É que falaram para os vereadores que os delegados estavam com alguns mandados de prisão para cumprir...
 
wilber sabóia portocarrero em 16/04/2013 15:46:53
É evidente que nenhuma instituição quer ter poderes restringidos, mas com um pouquinho de estudo sobre a pec 37, fica claro que ela reforça o que está na constituição, recolocando cada um no seu eixo e evitando desproporção entre defesa e acusação. Como advogado sou totalmente favorável...
 
Jair Lima em 16/04/2013 15:42:23
kkkkkkkkkk NOVIDADE SERIA SE ELES VOTASSEM CONTRA... para quem não aprovou a CPI da saúde, para quem só fica caçando briga com o prefeito em vez de trabalhar pela cidade, o q mais poderíamos esperar... essa é a nossa realidade, esse é nosso País, e infelizmente esta é nossa cidade Campo Grande, como diz o ditado gato escaldado tem medo de aguá fria, então para que arriscar né......
 
Gilmar dos Santos em 16/04/2013 15:41:44
O Ministério Público é o fiscal e o defensor da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis. É ilógico pretender que alguém FISCALIZE SEM INVESTIGAR. Segundo a explicação dada aos vereadores de que "não se pode tirar o poder de quem não tem e de que o MP nunca teve poder de investigação” o STF e outros tribunais do país já reconheceram a legitimidade de atos de investigação realizados pelo Ministério Público (cf. RE 535.478, HC 93.930, HC 94.173, HC 97.969). Nada que é exclusivo numa democracia é bom para os cidadãos. Do jeito que está, muitos corruptos fazem a feira, imaginem se a investigação couber apenas às Polícias (não desmerecendo o trabalho que fazem), mas... A quem interessa a aprovação da PEC 37? VAMOS INVESTIGAR!!!!!
 
Marise Miyuki Sakai Tateishi Sadoyama em 16/04/2013 15:32:23
Amigos eu nunca fui contra mim mesmo!
 
CLAUDEVIR MARTINS MARQUES em 16/04/2013 15:27:50
A quem interessa limitar o poder de órgãos confiáveis e dignos como Ministério Públicos Federais, Estaduais, para deixar só nas mãos de alguns poucos, não precisamos pensar muito SÓ INTERESSA AOS CORRUPTOS E LADRÕES porque estes poderão manipular e corromper estes poucos que fazem a investigação, a me desculpe interessa também aos que ficaram com este PODER DE INVESTIGAR que poderão usar para interesses próprios seja para apurar crimes ou até inventar crimes contra pessoas ricas e poderosas e depois exigir vantagens pessoais para que a investigação acabe em pizza.
 
MICHELE RODRIGUES CARMO em 16/04/2013 15:27:17
Esses vereadores são lisos iguais quiabos. Se aparecer uma terceira corrente eles apoiam. Quem confia em político? Eles prometem, prometem e não cumprem. Coitados dos delegados se soubessem a verdade.
 
Tício Noronha Avelanedha Aquino em 16/04/2013 15:22:08
aff agora sim os politicos vão fazer a festa da corrupção.
 
raiza moura em 16/04/2013 15:18:50
A verdade começa a ser dita pelos Delegados a respeito desta PEC. Não é possível que somente um lado seja ouvido e tente manipular a opinião pública. O MP tem que dizer a verdade e não encher o povo com falácias, isso é uma vergonha. Parabéns aos Delegados, espero que continuem lutando para esta e outras conquistas que torne a polícia cada dia mais forte.
 
Cláudio Martins Berardinelli em 16/04/2013 15:17:12
Isso prova que esses vereadores nem sabem o que estão fazendo lá na câmara!
 
marcos sanches em 16/04/2013 14:51:50
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions