A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Agosto de 2017

02/03/2016 11:58

Mais um vereador entra no PSDB, que se iguala ao PMDB na Câmara

PMDB ainda deve perder pelo menos dois parlamentares que já confirmaram a saída

Mayara Bueno, Leonardo Rocha e Antonio Marques
Vereador Flávio César (De saída do PT do B, rumo ao PSDB). (Foto: Arquivo)Vereador Flávio César (De saída do PT do B, rumo ao PSDB). (Foto: Arquivo)

A bancada do PSDB na Câmara Municipal será ampliada com a chegada de mais um parlamentar. Segundo o deputado estadual, Rinaldo Modesto (PSDB), o vereador e vice-presidente da Câmara Municipal, Flávio César (de saída do PT do B) também integrará o ninho tucano.

Com isso, a bancada do PSDB no legislativo municipal chega a cinco parlamentares, assim como o PMDB, que, até então, mantinha o maior número de representantes.

Isto porque, com a saída da vereadora Magali Picarelli, o PMDB fica com cinco parlamentares, mesmo número dos tucanos, com a entrada de Flávio Cesar, Magali e José Chadid, além dos atuais integrantes João Rocha, presidente da casa de leis, e Lívio Viana Leite.

Nesta manhã, Rinaldo disse ter conversado com Flávio Cesar, que confirmou sua ida para o PSDB. “Agora ficamos com 5: Chadid, Lívio, Magali, João Rocha e o Flávio”, comentou. Questionado na Câmara, o vereador confirmou sua saída, mas despistou sobre o destino, afirmando que a tendência mais forte é mesmo ir para o PSDB.

Perdas – O PMDB ainda pode sofrer mais perdas no legislativo municipal, já que os vereadores Paulo Siufi e Vanderlei Cabeludo afirmaram que vão deixar a legenda, ainda não definindo o futuro partidário. Se isso acontecer, a sigla ficará com três parlamentares: Carla Stephanini, Edil Albuquerque e Mario Cesar.

Confirmou – Atualmente no PMB, a deputada estadual Mara Caseiro confirmou, nesta manhã, que ingressará no PSDB, onde promete dar “continuidade ao trabalho de defesa das mulheres”. Segundo a parlamentar, antes de anunciar a saída do atual partido foi até Brasília conversar com a presidente nacional, como forma de agradecimento

Ela disse que entrou no PMB no fim do ano passado, mas já havia recebido convite do governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB) e dos colegas deputados, mas não pode aceitar porque a janela partidária ainda não havia sido homologada. Sem a legislação vigente, o parlamentar só podia mudar para um partido novo, como é o caso do PMB.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions