ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, SÁBADO  04    CAMPO GRANDE 25º

Política

Mandetta aponta falha em comunicação e diz que segue disponível para candidatura

Ex-minsitro não descarta, inclusive, ocupar posto de vice em eventual aliança

Por Clayton Neves | 25/11/2021 14:30
Luiz Henrique Mandetta durante depoimento à CPI da Covid. (Foto: Agência Brasil)
Luiz Henrique Mandetta durante depoimento à CPI da Covid. (Foto: Agência Brasil)

Horas depois de o presidente do PSL, Luciano Bivar, anunciar a desistência de Luiz Henrique Mandetta (DEM) da disputa presencial, o sul-mato-grossense e ex-ministro da Saúde afirmou em entrevista à Globo News que houve falha na comunicação e que segue à disposição para pré-candidatura.

Em outubro, o DEM de Mandetta e o PSL de Bivar oficializaram a fusão dos dois partidos, que passará a se chamar União Brasil. A junção depende ainda da aprovação do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), que analisa o pedido.

Após reunião entre lideranças nacionais das duas siglas, Bivar afastou a possibilidade de ter o sul-mato-grossense na disputa, informação que foi negada. “É natural haver ruídos e o Bivar entendeu dessa maneira, mas meu nome continua à disposição do partido como sempre esteve”, afirmou.

Aberto a possibilidades, o ex-ministro não descartou concorrer às eleições, inclusive, como vice, apesar disso, deixou as possibilidades em aberto. “Será uma decisão interna que o partido vai amadurecer. Não é justo que eu imponha uma candidatura própria", completou.

Na lista de análises para o futuro de 2022 foi levantado ainda uma parceria com o ex-juiz e ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro, elogiado por Mandetta. “Me dou bem com o Moro e ele tem tudo para ser uma pessoa importante dentro desse cenário. É preciso ver se ele tem musculatura política”, finalizou.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário