A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

17/08/2016 10:59

Marcelo Bluma declara R$ 185 mil a mais, comparado à campanha de 2012

Candidato do PV compõe chapa com o Rede

Mayara Bueno
Marcelo Bluma, candidato do PV à Prefeitura de Campo Grande. (Foto: Arquivo)Marcelo Bluma, candidato do PV à Prefeitura de Campo Grande. (Foto: Arquivo)

Candidato a prefeito do Partido Verde, que também disputou na eleição de 2012, Marcelo Bluma declarou R$ 1,321.863,76 em patrimônio. Se comparado ao pleito passado, os bens aumentaram pouco dos R$ 1.136369,87, declarados à época. 

Bluma é engenheiro e tem 52 anos. Ele compõe chapa com o Rede, que indicou Fabio Lechuga como candidato a vice.

Sobre os bens do candidato a prefeito, o de valor mais alto é uma edificação no Bairro Chácara Cachoeira, região nobre da cidade, avaliado em R$ 435 mil. No mesmo bairro, há um terreno de R$ 130 mil e uma outra construção no Bairro Tiradentes de R$ 75 mil.

Previdência privada de R$ 51.767,21 e dois veículos, um Gol de R$ 17 mil e um Duster de R$ 48 mil também foram declarados à Justiça Federal. A listagem dos bens que os candidatos possuem é regra e está disponível para consulta do eleitor.

A declaração de Bluma, em 2012, quando ele foi derrotado no pleito, é semelhante a atual, em relação aos bens, fora a diferença de R$ 185.494,00. No registro de agora, os candidatos não informaram o plano de governo.

Bluma foi vereador de Campo Grande por três mandatos: entre 2000 e 2012. Em seguida, disputou a prefeitura da cidade, mas foi derrotado. Ele é engenheiro civil, casado e tem dois filhos.

Candidato a vice, Roberto Oshiro tem 38 anos e faz parte da direção da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande. Ele também é advogado tributarista, empresário e consultor.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions