A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

23/11/2009 14:26

Marina cita Santo Agostinho para justificar saída do PT

Redação

Evangélica, a senadora Marina Silva (PV) citou Santo Agostinho, um dos principais teólogos da Igreja Católica, para justificar a desfiliação do PT após 30 anos. O santo só converteu após 40 anos, conforme a presidenciável, que participou de evento com militantes na manhã de hoje na Câmara Municipal de Campo Grande.

"Converte-me, ó Deus, mas não agora. Tarde vos amei, porque estavas dentro de mim", afirmou as duas frases de Santo Agostinho. Segundo a senadora, não foi com pouca dor que deixou o Partido dos Trabalhadores.

"Não foi com pouca dor que saí do PT, mas foi com alegria que entrei no PV. O dia da filiação foi uma mistura de dor e alegria", justificou-se a senadora, destacando que é a oportunidade de começar de novo. Ela também citou Guimarães Rosa.

"O PT ficou com todos os erros que cometemos e os acertos desses 30 anos. Digo nossos erros, porque eu também estava lá", justificou, sobre a perspectiva do novo partido.

Cotada para disputar a presidência da República pelo PV, ela disse que já tinha decidido que não disputaria mais um mandato de senadora. Ela está há 24 anos no Senado. "Minha profissão verdadeira é ser professora", afirmou.

"Então parti para um movimento de sustentabilidade ambiental. Preferi ser um relva dentro do campo do que um bonsai dentro do palácio", explicou, sobre a saída do Ministério do Meio Ambiente e da disposição de disputar a presidência da República.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions