A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Agosto de 2017

30/06/2014 22:03

Mario desiste de Assembleia para continuar na presidência da Câmara

Alan Diógenes e Edivaldo Bitencourt
Mario Cesar decidiu de candidatura devido ao apelo de alguns vereadores. (Foto: Luciano Muta)Mario Cesar decidiu de candidatura devido ao apelo de alguns vereadores. (Foto: Luciano Muta)

O presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, vereador Mario Cesar Oliveira (PMDB) confirmou há pouco ao Campo Grande News sua desistência de ser candidato a deputado estadual nas eleições deste ano. Ele obteve o apoio de 26 dos 29 vereadores para continuar no comando do legislativo municipal.

O peemedebista planejava disputar uma vaga na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul. No entanto, cedeu aos apelos de um grupo de vereadores para que continue como presidente da Casa de Leis. Para isso, precisa alterar o regimento interno da Câmara, que não permite a reeleição do presidente.

Como a Lei Orgânica do município permite a recondução do chefe do legislativo, os vereadores vão propor uma resolução para mudar o regimento interno. Esta medida deve ser aprovada em regime de urgência.

A reeleição do presidente do legislativo já é permitida em outras cidades e Assembleias Legislativas. Mario Cesar conquistou o apoio dos vereadores ao conduzir com serenidade e competência o processo que levou a cassação do ex-prefeito Alcides Bernal (PP) e a transição política administrativa em Campo Grande.

Inicialmente o movimento para que Mario continue como presidente da Câmara começou com dez vereadores e já conta com o apoio de 26 dos 29 integrantes do parlamento.

Perfil - Mario Cesar foi reeleito para seu segundo mandato com 5.487 votos.. Funcionário público concursado no setor financeiro da Prefeitura, Mario Cesar completou mais de 18 anos de carreira na administração municipal. Mario também exerceu a função de Auditor Fiscal de Tributos Municipais e, por mais de 12 anos, o cargo de direção na Secretaria Municipal de Receita.

Em seu primeiro ano de mandato como vereador já assumiu a presidência da Comissão Permanente de Finanças e Orçamento, sendo relator da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias), do PPA (Plano Plurianual) e da Lei Orçamentária de 2010. Além disso, também foi relator na Comissão Mista Especial de Revisão e Consolidação do Regimento Interno da Câmara Municipal de Campo Grande e da LOM (Lei Orgânica do Município) - ambos não tinham alterações há mais de 19 anos.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions