A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Agosto de 2017

10/04/2015 12:42

Marquinhos cogita ir para o PSD e assegurar mandato na justiça

Leonardo Rocha e Kleber Clajus
Deputado não descarta trocar PMDB por PSD e buscar na justiça autorização para não perder mandato (Foto: Roberto Higa/ALMS)Deputado não descarta trocar PMDB por PSD e buscar na justiça autorização para não perder mandato (Foto: Roberto Higa/ALMS)
Fábio Trad confirma procura do PSD, mas diz que ainda vai avaliar a proposta (Foto: Divulgação/Câmara dos Deputados)Fábio Trad confirma procura do PSD, mas diz que ainda vai avaliar a proposta (Foto: Divulgação/Câmara dos Deputados)

O deputado estadual Marquinhos Trad (PMDB) não descartou trocar o PMDB pelo PSD e requisitar na justiça o direito de permanecer com seu mandato, na Assembleia Legislativa. A intenção é garantir a oportunidade de disputar a prefeitura de Campo Grande, em 2016, já que segundo ele, não terá este espaço em seu atual partido. Ele reconheceu que já iniciou um diálogo com Antônio João, presidente estadual do PSD.

“O Antônio João me telefonou e ficamos de marcar algumas conversas para discutir esta possibilidade, se eu for para o PSD teria que buscar autorização judicial, para não perder o mandato, mas não descarto buscar esta alternativa na Justiça”, disse Marquinhos.

O peemedebista ainda lembrou que para sair do PMDB sem qualquer problema, teria que ser a um partido novo, como o PL (Partido Liberal), no entanto esta situação não pode ser estabelecida, já que a legenda não conseguiu ainda o registro nacional junto ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Já o ex-deputado federal Fábio Trad (PMDB) ressaltou que já teve uma reunião com Antônio João, no entanto ainda não existe nenhuma filiação definida. “Estou em compasso de espera, mas podemos adiantar algo sobre perspectivas de partido que possa vir. Ainda estou fazendo avaliação do quadro político e nada pode ser definido de forma apressada”.

Fábio explicou que não ficou surpreso com o convite, porque além de estar sem partido, ainda aguarda uma legenda que possa ter afinidade ideológica para contribuir com o Estado e país. Ele ainda ponderou que vai dar “tempo ao tempo”, para saber se a legislação vai permitir a criação de um novo partido.

Mudança – Antônio João já anunciou que vai deixar a presidência estadual do PSD e que convidou Marquinhos Trad e Fábio Trad, para assumirem respectivamente o diretório municipal e estadual da legenda. Ele alegou que sua saída se trata de uma decisão pessoal, que já foi comunicada ao ministro Gilberto Kassab e ao presidente nacional do PSD, Guilherme Campos.

O vereador Chiquinho Teles (PSD) afirmou que o atual presidente vai deixar a direção do partido, mas continuar na articulação política e reuniões internas. “Ele estava cansado e foi sábio em sua decisão, mas desde já garanto que não existe qualquer divisão no partido”, disse o vereador.

Chiquinho ainda ressaltou que se Marquinhos vir para o PSD será um “grande reforço”, já que segundo ele, o deputado é um dos principais cotados para vencer as eleições em Campo Grande. Mesma posição do vereador Coringa (PSD), que ponderou que será importante a vinda de novas lideranças, para fortalecer a legenda e que o deputado estadual tem chances reais no pleito do ano que vem.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions