A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 26 de Abril de 2018

01/02/2018 08:12

Marquinhos lança calendário esportivo e visita Casa da Mulher Brasileira

Funesp prevê retorno dos Jogos Indígenas e atividades paralímpicas nas escolas, além da volta da Fórmula Truck à Capital

Kleber Clajus
Prefeito participa de coletiva na Casa da Mulher Brasileira sobre atividades realizadas no local (Foto: Marcos Ermínio)Prefeito participa de coletiva na Casa da Mulher Brasileira sobre atividades realizadas no local (Foto: Marcos Ermínio)

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), lança nesta quinta-feira (1°) projetos do calendário esportivo e visita a Casa da Mulher Brasileira, que funciona há três anos. Os eventos ocorrem às 8h30, no gabinete da Esplanada Ferroviária, e às 9h na estrutura que já realizou mais de 20 mil atendimentos a mulheres vítimas de violência na Capital.

Rodrigo Terra, diretor-presidente da Funesp (Fundação Municipal de Esporte), adiantou as novidades da agenda que preveem a retomada dos jogos dos povos indígenas, da pessoa idosa e inclusão de modalidades paralímpicas nos escolares. Fórmula Truck e Vee devem voltar a ter etapas no autódromo, enquanto Moto Velocidade e Stock Car permanecem em negociação. As piscinas dos parques Ayrton Senna e Jacques da Luz serão reformadas.

Projetos devem ser lançados, como o 'Brincalhão' que terá Kombi para levar brinquedos infláveis e recreadores as escolas municipais e bairros. O grupo realizará oficinas de pipas e outros jogos tradicionais. Em paralelo, o Belmar Fidalgo deve ganhar comissão para unificar acervo de museu que contará a história do estádio que virou parque no coração da Capital.

"Pelé jogou no Belmar", relembrou Terra. "Queremos reunir fotos, medalhas e depoimentos de pessoas que fizeram parte dessa história para inaugurar o espaço, a ser reformado pela Unimed e Plaenge, até a Copa do Mundo". Já nos Jogos Radicais Urbanos, previstos para outubro, ainda pode ocorrer seletiva para o mundial de Stand Up Paddle.

Casa da Mulher - Integrante do “Programa Mulher: Viver sem Violência”, financiado pelo governo federal, o imóvel no Jardim Imá dedicado ao atendimento das mulheres vítimas de violência passou a operar em 3 de fevereiro de 2015. Coletiva hoje com o prefeito contará com balanço das atividades, depois da transferência de gestão da União para o município em novembro. Foram investidos R$ 3 milhões, sendo R$ 1 milhão de recurso federal.

No local são ofertados, dentro do mesmo espaço físico, serviços de recepção, acolhimento e triagem, apoio psicossocial, delegacia especializada, juizado especializado em violência doméstica e familiar contra as mulheres, promotoria especializada, Defensoria Pública, serviço de promoção da autonomia econômica, brinquedoteca, alojamento, central de transportes e a Guarda Municipal com a Patrulha Maria da Penha.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions