A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

13/03/2015 13:50

Marun assina requerimento para convocar Janot na CPI da Petrobras

Peemedebistas estariam tentando virar o jogo e colocar procurador-geral na mira da investigação

Juliene Katayama
Marun é suplente na CPI da Petrobras, mas disse participar de todo processo (Foto: Reprodução Facebook)Marun é suplente na CPI da Petrobras, mas disse participar de todo processo (Foto: Reprodução Facebook)

O deputado federal Carlos Marun (PMDB) foi um dos peemedebistas que assinou o requerimento para convocar o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, na CPI da Petrobras da Câmara dos Deputados. Além dele, Celson Pansera (PMDB-RJ), Édio Lopes (PMDB-RR) e Darcísio Perondi (PMDB-RS) também assinaram.

Segundo o jornal O Globo, o grupo tenta proteger o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e outros políticos acusados de corrupção. Marun trabalhou diretamente na campanha de reeleição de Cunha na presidência da Casa. Agora tentam colocar o Ministério Público Federal no centro do furacão.

A manobra para minar a CPI e atrapalhar as investigações teve início nesta quinta-feira com um coro de deputados fazendo elogios a Cunha e outros investigados. De coordenador dos inquéritos criminais sobre pagamento de propina a deputados e senadores, Janot seria transformado no foco das investigações da comissão.

A estratégia está ganhando força com ataques de deputados do baixo clero. O deputado Paulinho da Força Sindical (SD-SP) apresentou à CPI um pedido de quebra do sigilo telefônico de Janot e do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. Paulinho não é do PMDB, mas foi um dos primeiros deputados de oposição a fazer campanha pela candidatura de Eduardo Cunha à presidência da Câmara.

O parlamentar tenta, com isso, levantar suspeitas sobre reuniões que Janot teve com Cardozo dias antes de a força-tarefa do MPF concluir a análise que deu base aos pedidos de inquéritos sobre parlamentares supostamente envolvidos em fraudes na Petrobras.

Pansera defende que Janot deve explicar supostas contradições na lista de deputados e senadores a serem investigados por suposto recebimento de suborno de dinheiro desviado da Petrobras. Os deputados do PMDB foram indicados para a CPI com a aprovação de Cunha.

Lista - Cunha e o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), estão no topo da lista dos parlamentares que, por decisão do ministro Teori Zavascki, do STF, vão responder inquérito por suposto envolvimento em desvios de dinheiro. Na semana passada, Renan chegou tentar criar a CPI do Ministério Público.

Segundo integrantes do MPF, esse grupo de deputados tenta fazer com que a CPI deixe de investigar a Petrobras, motivo pelo qual foi criada, e passe a investigar Janot.

A reportagem do Campo Grande News tentou contato com Marun, mas o deputado não retornou às chamadas.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions